Geral

Após reivindicações dos professores, Governo reabre negociações e marca reunião

Os professores esperam que após a reunião desta tarde, as reivindicações da classe sejam atendidas

Arquivo Publicado em 17/04/2012, às 17h15

None

Os professores esperam que após a reunião desta tarde, as reivindicações da classe sejam atendidas

Após a ameaça de greve feita por pelo menos 200 professores na semana passada, o governo do Estado decidiu reabrir as negociações com a categoria. Eles definiram, em assembleia, que se o Governo não voltasse a discutir as questões referentes à categoria na tarde de hoje, seria realizado um ato público e uma paralisação do próximo dia 24. Com isso, o Governo resolver atender a classe e diretores da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação), estarão reunidos às 16h, com uma comissão do governo para tratar de assuntos ligados à reforma estatutária, reajuste dos funcionários administrativos em educação, entre outros.

De acordo com o presidente da federação, Roberto Botareli Cesar, uma comissão composta por membros da secretaria de educação e outras secretarias, estará na sede da Fetems para dar continuidade as conversações. De acordo com Roberto, os professores e administrativos estão prontos para ir à luta por seus direitos. “Acabamos de sair de uma greve nacional de três dias e esperamos que após essa reunião o governador André Puccinelli (PMDB), reabra as negociações, como havia ficado decidido no final do ano passado”, declarou. Em novembro de 2011, os trabalhadores em educação recusaram a proposta apresentada pelo governo e a reunião dessa tarde, tem como foco, ser um primeiro contato antes do encontro com o governador. O governo e a SED (secretaria de Educação), não souberam informar por quem seriam compostas as comissões.

Jornal Midiamax