Além do Brasil, outros quatro países desenvolvem a mesma pesquisa, com crianças e adolescentes, entre 9 e 16 anos

Vacina contra os quatro tipos de vírus da dengue está sendo testada em Mato Grosso do Sul, em crianças e adolescentes, entre 9 e 16 anos. Serão aplicadas três doses, sendo uma a cada três meses, subcutânea.
De acordo com o infectologista Rivaldo Venâncio, além de Campo Grande a pesquisa ocorre em Goiânia, Vitória, Natal e Fortaleza. “O mesmo projeto, igual ao realizado no Brasil, acontece na Colômbia, Honduras, México e Porto Rico”.
O infectologista destacou que para participar do projeto a criança e o adolescente precisa concordar e ter a autorização dos pais. “Não adianta apenas os pais quererem, a criança precisa aceitar”, explicou.
Pesquisa
As crianças e os adolescentes que participam do projeto serão acompanhados por 25 meses. “Todas as semana faremos uma ligação para saber se a criança, ou o adolescente teve febre. Além disso, um telefone foi disponibilizado para a família ligar e falar com um plantonista”.
Venâncio informou que a demanda principal do projeto está entre os alunos da rede pública e privada de educação. E que para vacinar as 500 crianças e adolescentes serão necessários três meses. “São vacinadas de 8 a 10 crianças por dia”.
Comercialização
Segundo o médico, esta é a última fase de testes antes da comercialização. “Até agora os resultados preliminares mostram eficácia de 85 a 90%, desenvolvendo anticorpos adequados contra os quatro tipos de vírus”.
Venâncio ressaltou que a população está aderindo ao projeto. “Quem quiser pode procurar o Hospital DIA do HU, ou o Hospital DIA do bairro Nova Bahia”.