Geral

Técnico minimiza tropeço e cobra 3 vitórias do Vasco

O empate com o Palmeiras, na noite de quarta-feira, não desanimou Cristóvão Borges. Após o 1 a 1, no Pacaembu, o técnico cobrou uma vitória nas últimas três rodadas do Brasileirão para manter o Vasco na briga pelo título. “A única maneira [de faturar o título] é somar o máximo de pontos possíveis. Nestas últimas […]

Arquivo Publicado em 17/11/2011, às 13h09

None

O empate com o Palmeiras, na noite de quarta-feira, não desanimou Cristóvão Borges. Após o 1 a 1, no Pacaembu, o técnico cobrou uma vitória nas últimas três rodadas do Brasileirão para manter o Vasco na briga pelo título.


“A única maneira [de faturar o título] é somar o máximo de pontos possíveis. Nestas últimas rodadas, a única forma de ver [o título] é conseguindo estas três vitórias”, pregou o treinador vascaíno, que reconheceu a vantagem do líder Corinthians na disputa. “Em um campeonato como esse, muito equilibrado, qualquer vantagem é significativa”.


Apesar de não ficar abalado com o tropeço, o treinador lamentou o empate fora de casa. Para Borges, o Vasco perdeu a chance de garantir a vitória ao reduzir o ritmo no primeiro tempo.


“Nós saímos na frente, mas permitimos ao Palmeiras um distanciamento, uma liberdade na marcação, que a gente melhorou no segundo tempo. Mas sabíamos que o jogo seria de muita marcação, pouco jogado”, comentou.


“A gente sabe como o adversário percebe o Vasco e o Palmeiras se encaixa na nossa maneira de jogar. Tivemos algumas chances no segundo tempo, mas mesmo assim tentamos chegar, criamos oportunidades. Foi uma pena não termos conseguido a vitória”, lamentou.

Jornal Midiamax