Geral

Presidente confirma que Ganso foi oferecido ao Corinthians

O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, confirmou nesta quinta-feira que o meia Paulo Henrique Ganso foi de fato oferecido ao Corinthians. O mandatário afirmou que o presidente corintiano Andrés Sanchez conversou com ele para falar sobre o frustrado oferecimento do atleta ao clube do Parque São Jorge. “O presidente do Corinthians me […]

Arquivo Publicado em 11/02/2011, às 01h00

None
149580721.jpg

O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, confirmou nesta quinta-feira que o meia Paulo Henrique Ganso foi de fato oferecido ao Corinthians. O mandatário afirmou que o presidente corintiano Andrés Sanchez conversou com ele para falar sobre o frustrado oferecimento do atleta ao clube do Parque São Jorge.


“O presidente do Corinthians me contou isso, mas as pessoas esquecem que o Ganso tem contrato até 2015. O jogador não é escravo, ele joga aonde quiser, mas ele assumiu esse compromisso. Acreditamos na palavra e na boa fé do atleta”, disse Luis Alvaro nesta quinta-feira, em evento na Vila Belmiro.


“O grupo investidor ofereceu os direitos econômicos que ele tem no passe do atleta. Partes desses direitos são indiscutíveis, eles adquiriram do próprio atleta, e na parte que é do Santos vamos discutir. Ele pode sair e vender a parte dele para quem ele quiser”, acrescentou Luis Alvaro.


Como a relação entre Santos e DIS, que detém parte dos direitos econômicos do atleta, está estremecida, o grupo de investidores resolveu oferecer o atleta ao arquirrival, desde que pagasse a multa.


Os representantes do DIS teriam sugerido ao dirigente pagar 45% da multa rescisória a que o Santos tem direito. A rescisão, que é de 50 milhões de euros para clubes estrangeiros (cerca de R$ 114 milhões), cairia para 29 milhões de euros (R$ 66,2 milhões) para uma eventual transferência nacional.


O Corinthians não teria aceito a proposta pelo bom relacionamento que possui com a diretoria do rival praiano.


Paulo Henrique Ganso afirmou recentemente que estava insatisfeito com o tratamento dado a ele no clube da Vila Belmiro, especialmente porque o salário de Neymar é, hoje, bem superior ao dele. O meio-campista acrescentou que não estava se sentindo desvalorizado.


Sobre a renovação e o plano de carreira de Ganso, o presidente do Santos afirmou que tudo será resolvido em breve. “Conversei com ele, com a mãe e o pai dele. Vou para a Venezuela, mas na volta vamos sentar. O interesse é que ele fique, e fique feliz”, destacou.


Paulo Henrique segue se recuperando de uma grave lesão no joelho esquerdo. O atleta está sem atuar há quase seis meses e só retorna aos gramados no início de março.

Jornal Midiamax