Geral

Pistoleiros executam funcionário de empresa telefônica de Pedro Juan

O técnico em telefonia Luís Rojas, de 48 anos, funcionário da Companhia Paraguaia de Comunicação (Copaco), foi fuzilado no início da noite desta quinta-feira (10), pro volta das 19h, com pelo menos sete tiros, no cruzamento das Ruas Natalício Talavera e Júlia Cueto de Estigarríbia, centro de Pedro Juan Caballero (Paraguai), por dois pistoleiros que […]

Arquivo Publicado em 11/03/2011, às 00h19

None

O técnico em telefonia Luís Rojas, de 48 anos, funcionário da Companhia Paraguaia de Comunicação (Copaco), foi fuzilado no início da noite desta quinta-feira (10), pro volta das 19h, com pelo menos sete tiros, no cruzamento das Ruas Natalício Talavera e Júlia Cueto de Estigarríbia, centro de Pedro Juan Caballero (Paraguai), por dois pistoleiros que estavam em uma motocicleta e usavam capacetes.


Segundo a polícia, a vítima prestava serviço ultimamente na cidade de Capitán Bado e na hora do crime, trafegava com a filha de dois anos em sua camioneta Mitsubishi/L-200, cor preta, placas PFI-649 (Paraguai). Os pistoleiros fizeram os disparos com uma pistola calibre 9 milímetros.


Atingido pelos disparos, Luís Rojas caiu sobre o banco do passageiro e a camioneta, desgovernada, atravessou a rua e colidiu contra uma árvore. Segundo populares, após matar o servidor os assassinos fugiram para Ponta Porã, em território brasileiro, não sendo identificados pelo menos até o momento.


Na área onde o crime ocorreu há diversas universidades e a polícia espera obter imagens de câmeras de segurança instaladas nestes locais, através das quais poderá chegar à identificação dos pistoleiros.


Agentes do Departamento de Homicídios e Criminalística de Pedro Juan Caballero acompanharam o fiscal (promotor de Justiça) Julián Rodríguez nos levantamentos feitos no local. O corpo da vítima foi encaminhado à morgue (necrotério) do hospital regional de Pedro Juan, para os procedimentos legais. A criança foi entregue aos familiares.

Jornal Midiamax