Geral

Oficial da PM pode ter sido morto por tiros de duas armas

O tenente Mário José Eufrásio da Silva, 49 anos, comandante da Polícia Militar de Cassilandia que foi assassinado a tiros neste sábado, pode ter sido morto por disparo de duas armas de fogo, sendo um revólver calibre 38 e uma pistola. 40, que era portada pelo soldado Adriano Paulo da Silva, 34 anos. Somente laudo […]

Arquivo Publicado em 16/10/2011, às 17h45

None

O tenente Mário José Eufrásio da Silva, 49 anos, comandante da Polícia Militar de Cassilandia que foi assassinado a tiros neste sábado, pode ter sido morto por disparo de duas armas de fogo, sendo um revólver calibre 38 e uma pistola. 40, que era portada pelo soldado Adriano Paulo da Silva, 34 anos.

Somente laudo pericial, que deve ficar pronto em sete dias,vai confirmar a informação extra-oficial, porém já existe a suspeita de que no momento da confusão algum militar tenha disparado e acidentalmente acertou o tenente Eufrásio.

O crime aconteceu quando a polícia militar foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica. Ao chegar ao local a guarnição teve a informação de que se tratava de um caso envolvendo um militar. Com ânimos exaltados, o comandante da corporação – que estava de férias- foi chamado para tentar acalmar Paulo.

A versão é que quando o tenente foi conversar com Paulo este atirou contra seu superior que correu para traz da casa. O soldado foi então até os fundos da residência e atirou. O tenente morreu no local.

O soldado foi contido e preso em flagrante e depois trazido para o Presídio Militar em Campo Grande.

O comando da Polícia Militar divulgou nota oficial sobre o fato. Confira:

É com pesar e tristeza que o Comando Geral da PMMS informa o falecimento na data de ontem (14) do 1°TEN QAOPM Mario Jose Eufrasio da Silva, comandante da 2ª CIA de Cassilância, vítima de disparo de arma de fogo desferidos por um soldado daquela companhia.

O Comando Geral esclarece que segundo consta no Boletim de Ocorrência Policial registrado sobre o fato, a PM de Cassilândia recebeu, aproximadamente às 23h, um chamado solicitando apoio policial, pois um soldado da PM estava agredido sua amásia na residência do casal. Uma guarnição foi encaminhada para o local e conseguiu retirar a esposa do soldado e levá-la para o quartel da PM a fim de preservar sua integridade. Diante da dificuldade em conter os ânimos do soldado PM, que continuava alterado em sua residência, a guarnição solicitou a presença do comandante da Companhia, 2º Ten Eufrásio, que mesmo estando de férias, compareceu na residência do soldado na tentativa de contornar a situação e tomar as providência legais cabíveis ao caso, ocasião em que foi atingido com disparos de arma de fogo desferidos pelo soldado PM.

O Tenente da PM chegou de ser socorrido para a Santa Casa local, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu no hospital. O soldado foi preso em flagrante, a arma utilizada no crime, um revólver calibre 38 da carga da Instituição, foi apreendido. O policial militar está sendo conduzido hoje (15) para o Presídio Militar Estadual em Campo Grande, onde permanecerá preso até o término das investigações.

A Corregedoria da Polícia Militar instaurará Inquérito Policial Militar para levantar as circunstâncias do fato e determinar responsabilidades.

Jornal Midiamax