A Prefeitura do Rio inaugurou nesta quarta-feira (23), os primeiros 20 polos de atendimento para dengue. Os locais serão exclusivos para casos suspeitos da doença e estarão à disposição para atendimento da população juntamente as unidades de saúde da cidade já existentes. Os polos funcionarão diariamente durante 12 horas, das 8h às 20h, realizando consultas, avaliações, exames, medicação, acompanhamento e hidratação dos pacientes, quando necessário. Eles ficarão distribuídos por todas as dez áreas de planejamento da cidade, sendo dois em cada uma delas.

A estratégia de funcionamento dos polos da dengue faz parte do plano traçado pela Prefeitura para enfrentamento da doença, que foi apresentado no dia 31 de agosto. O plano contempla ainda reforço e treinamento dos profissionais, ampliação do número de agentes de saúde e aquisição de equipamentos, entre outras ações.

O prefeito Eduardo Paes e o secretário municipal de Saúde e Defesa Civil, Hans Dohmann, realizaram a abertura no polo da Clínica da Família Maria do Socorro Silva e Souza (complexo da UPA), na Rocinha.