O Conselho Supremo das Forças Armadas (CSFA), no poder no Egito desde a queda do presidente Hosni Mubarak, em fevereiro deste ano, convocou na noite desta segunda-feira (21) as forças políticas para uma reunião de emergência, na noite do terceiro dia de sangrentos confrontos no país.

O CSFA “convoca urgentemente todas as forças políticas e nacionais ao diálogo para examinar as causas que agravaram a atual crise e os meios para se encontrar uma saída, o quanto antes, para se preservar a paz nacional”, assinala o comunicado.

A reunião ocorre após o gabinete provisório de ministros pedir demissão ainda na véspera, segundo confirmou nesta segunda o próprio Conselho Militar, sem dizer se aceita ou não o pedido.