Para oferecer mais agilidade e ampliar o atendimento, a pré-inscrição deve ser feita via web pelo site da Prefeitura Municipal de Campo Grande, a partir desta segunda-feira (7) e vai até o dia 21 de novembro.

Com o objetivo de ampliar o número de adolescentes atendidos e oferecer mais comodidade e agilidade aos familiares, o IMCG (Instituto Mirim de Campo Grande) extinguiu as tradicionais senhas e as inscrições passarão a ser via on-line. A pré-inscrição deve ser feita pelo site da Prefeitura Municipal (www.capital.ms.gov.br/mirim) a partir desta segunda-feira (7) e vai até o dia 21 de novembro.

Serão oferecidas cerca de 1400 vagas que atenderão as seis regiões urbanas de Campo Grande, abrangendo 143 empresas públicas, privadas e federais. Ao realizar a pré-inscrição é importante que o candidato tenha em mãos os seguintes documentos: certidão de nascimento do adolescente, comprovante de residência, e o documento de identidade.

“É uma oportunidade para o próprio jovem se inscrever. A modernização deste sistema traz mais conforto e agilidade, já que os interessados não ficarão mais em filas. Sem mencionar que a família não terá gasto com vale transporte e se o jovem não tiver o perfil enquadrado, ele não é inscrito”, explicou a Diretora Executiva do IMCG, Denise Mandarano.

Os critérios básicos de seleção continuam o mesmo. O candidato deve se enquadrar na faixa etária de 14 anos e 6 meses até 15 anos e 6 meses; a escolaridade é a partir do 8º ano em diante; e a renda familiar deve ser igual ou inferior a três salários mínimos.

Impressão de comprovante

Ao terminar o cadastro via online, o sistema emitirá um comprovante da pré-seleção, que deverá ser impresso pelo candidato para apresentar no dia da entrevista. Neste comprovante constará a data, o horário e os documentos necessários para serem levados na entrevista do responsável legal e do adolescente. Ambos devem se apresentar na Unidade I, na rua Anhanduí, 294, no bairro Amambaí.

Os candidatos que informarem incorretamente os dados durante a pré-seleção, ou que não comparecerem pessoalmente, junto com o responsável legal, perderão a oportunidade de participar do restante do processo seletivo do Instituto Mirim, que são as entrevistas com os técnicos e a prova on-line. Os critérios de prioridade para as vagas levam em conta a renda familiar, idade e escolaridade.

Thays Campozano Delmondes, de 16 anos, acredita que o novo sistema facilitou para os pais inscreverem seus filhos e ela também incentiva os jovens a se tornarem Mirins. “Minha mãe que me incentivou a me inscrever com 14 anos e seis meses. Estou amando ser Mirim. Além de ser uma renda extra para a família, eu também posso comprar as minhas coisinhas”, contou Thays, que está trabalhando na Unidade I e disse que a maioria dos seus amigos Mirins também está contente por trabalhar.

Locais de atendimento

Caso a pessoa não possua internet ou tenha interesse de fazer a inscrição pessoalmente, deve ir ao Instituto Mirim de segunda a sexta-feira, das 8h as 11h e das 13h as 16h, na Unidade I, no bairro Amambaí e na Unidade II, localizada no Carandá Bosque. Também é possível se inscrever no CRAS ou Telecentros que possuem o Programa de Inclusão Digital, e na Escola Viva de sábado a domingo, das 8h às 16h.