Geral

Funcionária do Colégio Joaquim Murtinho é esfaqueada durante tentativa de assalto

Enerci de Abreu Meira, de 48 anos, foi levada para a Santa Casa de Campo Grande e não corre risco de morte; moradora reclama do policiamento da região.

Arquivo Publicado em 05/05/2011, às 22h48

None

Enerci de Abreu Meira, de 48 anos, foi levada para a Santa Casa de Campo Grande e não corre risco de morte; moradora reclama do policiamento da região.

Enerci de Abreu Meira, de 48 anos, levou uma facada na barriga durante uma tentativa de assalto no começo da tarde desta quinta-feira no Jardim Azaléia, região norte de Campo Grande. A mulher trabalha como inspetora de alunos no Colégio Joaquim Murtinho, um dos mais tradicionais da Capital.


Segundo informações de uma amiga de Enerci, ela saía para o trabalho quando o assaltante entrou pelo corredor. Ela tentou empurrá-lo e acabou esfaqueada na barriga.


“Eu gostaria de saber por que não tem viatura no Batalhão da Polícia Militar da Coophasul, que deveria fazer a segurança”, questionou a amiga, que preferiu não se identificar.


Caída, a vítima ainda conseguiu chamar por um sobrinho, que mora na residência ao lado e também foi esfaqueado dentro de casa há dois meses. O rapaz chamou o Corpo de Bombeiros, que encaminhou a mulher até o hospital.


A mulher está na Santa Casa e não corre risco de morte. Uma equipe do Serviço Reservado da Polícia Militar realiza buscas pelo autor.

Jornal Midiamax