A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) acelerou em seis das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), de acordo com informações divulgadas hoje pela instituição. Na passagem do indicador de até 31 de outubro para o índice de até 7 de novembro, a taxa de inflação na cidade de São Paulo, que representa quase metade do total do IPC-S, também ganhou força, de 0,28% para 0,38% no período.

As outras cidades que apresentaram inflação mais forte no período foram Porto Alegre (de 0,53% para 0,58%); Rio de Janeiro (de 0,20% para 0,25%); Salvador (de 0,06% para 0,16%); Belo Horizonte (de 0,44% para 0,48%); e Recife (de 0,08% para 0,35%). Já Brasília manteve a mesma taxa de elevação de preços (de 0,61%).