Geral

Exército recebe missão surpresa durante resgate de reféns das Farc

Durante as operações para resgate dos reféns das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), que teve início na segunda-feira (7), o Exército brasileiro recebeu na manhã desta sexta-feira (11) uma missão surpresa, que não estava prevista no acordo feito com as Forças Armadas colombianas. Na região colombiana de Taquetá, onde as Farc promovem a libertação […]

Arquivo Publicado em 11/02/2011, às 20h59

None

Durante as operações para resgate dos reféns das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), que teve início na segunda-feira (7), o Exército brasileiro recebeu na manhã desta sexta-feira (11) uma missão surpresa, que não estava prevista no acordo feito com as Forças Armadas colombianas.


Na região colombiana de Taquetá, onde as Farc promovem a libertação de reféns, um militar colombiano pisou em uma mina e perdeu parte de uma perna. Oficialmente, o Exército da Colômbia não atua na área.


Como ele estava ferido e isolado, a Colômbia pediu ao Brasil que realizasse o resgate dele, segundo o general Paulo Humberto de Oliveira, coordenador operacional do Comando Militar da Amazônia.


“Nosso helicóptero decolou para o salvamento e o levou para um hospital especializado em amputações mais próximo”, disse o general.


Nesta sexta-feira (11), foi libertado outro refém, o vereador Armando Acuña, o terceiro de um grupo de cinco pessoas que as Farc prometeram libertar do cativeiro até o domingo. A operação humanitária de resgate é realizada pela Cruz Vermelha em parceria com o Exército brasileiro.

Jornal Midiamax