Geral

Ex-premier líbio Mahmudi pede status de refugiado político na Tunísia

O ex-primeiro-ministro líbio Al Baghdadi Al Mahmudi pediu nesta sexta-feira (11) o status de “refugiado político” ao Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR), informou na Tunísia um de seus advogados. A justiça tunisiana havia se pronunciado na terça-feira a favor da extradição do ex-primeiro-ministro para a Líbia. A decisão do tribunal deve ser […]

Arquivo Publicado em 11/11/2011, às 12h46

None

O ex-primeiro-ministro líbio Al Baghdadi Al Mahmudi pediu nesta sexta-feira (11) o status de “refugiado político” ao Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR), informou na Tunísia um de seus advogados.


A justiça tunisiana havia se pronunciado na terça-feira a favor da extradição do ex-primeiro-ministro para a Líbia. A decisão do tribunal deve ser avaliada pelo presidente interino da República, Fued Mebaza.


“Se o ACNUR conceder o status de refugiado a Mahmudi, não poderá ser extraditado”, declarou um de seus advogados, Taufik Wanas.


Al Mahmudi deve comparecer nesta sexta-feira perante a justiça tunisiana como consequência de um segundo pedido de extradição de Trípoli.


Al Mahmudi, de 70 anos, recebeu uma ordem de comparecimento das autoridades de Trípoli. Foi primeiro-ministro até os últimos dias do regime do coronel Muamar Kadhafi.


No dia 21 de setembro, foi detido na Tunísia perto da fronteira argelina. Está detido deste então na prisão de Mornaguia, perto da Tunísia, à espera de uma decisão sobre o pedido de extradição transmitido por Trípoli.

Jornal Midiamax