Geral

Encontro de acampamentos conta com apoio dos acadêmicos indígenas

Realizado pelo Conselho da Aty Guasu, o I Encontro dos Acampamentos Indígenas de Mato Grosso do Sul, ocorrido de 12 à 14 de novembro, reuniu mais de 300 pessoas em Ita’y, em Douradina. O evento contou com apoio e participação de acadêmicos indígenas, integrantes do projeto Rede de Saberes. No dia 13, os acadêmicos formaram […]

Arquivo Publicado em 15/11/2011, às 11h16

None

Realizado pelo Conselho da Aty Guasu, o I Encontro dos Acampamentos Indígenas de Mato Grosso do Sul, ocorrido de 12 à 14 de novembro, reuniu mais de 300 pessoas em Ita’y, em Douradina. O evento contou com apoio e participação de acadêmicos indígenas, integrantes do projeto Rede de Saberes.


No dia 13, os acadêmicos formaram grupos para assessorar as discussões a cerca dos direitos à terra, saúde e educação indígena. A principal preocupação das lideranças é como fazer com que as leis sejam cumpridas e seus direitos concretizados. É neste ponto que os acadêmicos de Direito se interessam em ajudar. Além de estudar, eles buscam cada vez mais se aproximar das comunidades e aguardam ansiosamente o tempo em que poderão advogar, defendendo as famílias indígenas do estado, principalmente nos casos de violência. Atualmente, aproximadamente 15 indígenas estudam Direito ou se formaram recentemente.


As crianças não ficaram de fora da programação. Para elas, os acadêmicos prepararam diversas atividades. Em uma exposição durante o encontro, os desenhos produzidos pelos pequenos chamaram a atenção para a preservação ambiental.


Rede Saberes


O Projeto Rede de Saberes apoia a permanência de indígenas no ensino superior, atuando com recursos da Fundação Ford, por meio de parceria entre a Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul de Aquidauana (UFMS). Porém, acadêmicos de outras universidades do estado também participam dos eventos promovidos pelo Rede de Saberes. O Rede de Saberes estimula e orienta a iniciação científica, têm laboratórios de informática, oferece cursos de extensão, monitorias e auxilia na cópia e impressão de material. O coordenador geral é o professor da UCDB, Doutor em História, Antonio Brand.


Jornal Midiamax