Geral

Em clássico na Capital, Pablo marca três vezes e Cene atropela o Operário: 5 a 2

O Cene não tomou conhecimento do adversário e goleou o Operário por 5 a 2 na tarde deste sábado no estádio Olho do Furacão, em Campo Grande, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Sul-mato-grossense de Futebol. O principal nome do jogo foi o atacante Pablo, artilheiro do torneio em 2008 quando jogava pelo […]

Arquivo Publicado em 19/03/2011, às 20h08

None
2047835106.jpg

O Cene não tomou conhecimento do adversário e goleou o Operário por 5 a 2 na tarde deste sábado no estádio Olho do Furacão, em Campo Grande, em jogo válido pela segunda rodada do Campeonato Sul-mato-grossense de Futebol. O principal nome do jogo foi o atacante Pablo, artilheiro do torneio em 2008 quando jogava pelo Ivinhema, que balançou as redes três vezes.


“Ano passado eu tive muitas contusões e isso me atrapalhou bastante. Agora estou recuperado e graças a Deus pude ajudar minha equipe a garantir os três pontos, com essa torcida maravilhosa que lotou o estádio”, comemorou o artilheiro após o jogo.


Os outros gols do Cene foram marcados por Toninho e Baiano, ainda na primeira etapa. Descontaram para o Operário os jogadores Guilherme e Lucas Ribeiro.


Com a vitória, o Furacão Amarelo assumiu a liderança isolada do grupo B da competição com seis pontos em duas partidas. Já o Operário segue com apenas um ponto em dois jogos, e amarga as últimas posições da chave.


Na próxima rodada, o Cene vai até o estádio Loucão, em Maracaju, para enfrentar os donos da casa. Já o Operário enfrenta o Rio Verde no estádio Douradão, em Dourados, pois o Morenão é cedido para shows e não pode receber partidas.


Confrontos – A duas equipes já se enfrentaram 19 vezes, com 12 vitórias do Cene, quatro do Galo e três empates. Pelo Estadual são 15 jogos, com 10 vitórias do Furacão Amarelo, três do Operário e dois empates.


O confronto ainda registra 30 gols marcados pelo Cene contra 19 do Operário. O maior placar do confronto foi em 2009, ano do rebaixamento do Operário, quando o Cene venceu por 4 a 0.


Já a maior vitória do Operário foi em 2005 no Estadual, quando o Galo goleou por 4 a 2, ano em que o Cene foi campeão e o Operário vice.

Jornal Midiamax