Geral

Dirigente petista morre vítima de leucemia em Campo Grande

O sindicalista da Central única dos Trabalhadores (CUT) e secretário estadual sindical do Partido dos Trabalhadores (PT), o fisioterapeuta Cássio Pereira morreu na madrugada desta sexta-feira, 23, em um hospital particular de Campo Grande. Ele estava internado havia 15 dias para tratamento de leucemia. O velório acontece no Cemitério Parque das Primaveras desde o meio […]

Arquivo Publicado em 23/09/2011, às 17h17

None

O sindicalista da Central única dos Trabalhadores (CUT) e secretário estadual sindical do Partido dos Trabalhadores (PT), o fisioterapeuta Cássio Pereira morreu na madrugada desta sexta-feira, 23, em um hospital particular de Campo Grande. Ele estava internado havia 15 dias para tratamento de leucemia.

O velório acontece no Cemitério Parque das Primaveras desde o meio dia e o sepultamento será no sábado (24), às 9h.

História

Durante os mais de 15 dias em que esteve internado na UTI, recebeu a solidariedade de centenas de doadores de sangue e medula. Funcionário público concursado no Hospital Regional desde 1º de setembro de 2003, Cássio Pereira era uma liderança emergente no movimento sindical da Saúde. Participava ativamente do Fórum Estadual dos Trabalhadores em Saúde. Presidente recém eleito do Sindicato dos Trabalhadores da Seguridade Social (Sintss-MS), sempre esteve na defesa intransigente do SUS (Sistema Único de Saúde) e por melhores salários e condições de saúde. Encabeçou diversas denúncias de desvio de finalidades dos recursos da saúde pública do Estado e integrou o Fórum pela Ética e contra a Corrupção, criado no ano passado.

Concentrou esforços na luta pela implantação da nova tabela de PPC da saúde, tendo recentemente reforçado denúncia no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de descumprimento legal de liminar pelo atual Governo do Estado. (Com assessoria).

Jornal Midiamax