Geral

Diogo Silva perde para norte-americano e fica fora do pódio em Guadalajara

Diogo Silva está fora do Pan do México. Depois de vencer em sua estréia, ele enfrentou um adversário mais forte em seu segundo combate. Contra o norte-americano Terence Jennings, o brasileiro teve problemas para manter o ritmo de luta e acabou eliminado na categoria até 68kg do taekwondo por 6 a 4. Ao contrário de […]

Arquivo Publicado em 16/10/2011, às 18h19

None

Diogo Silva está fora do Pan do México. Depois de vencer em sua estréia, ele enfrentou um adversário mais forte em seu segundo combate. Contra o norte-americano Terence Jennings, o brasileiro teve problemas para manter o ritmo de luta e acabou eliminado na categoria até 68kg do taekwondo por 6 a 4.

Ao contrário de sua primeira luta, Diogo fez um combate muito mais cauteloso contra o norte-americano, evitando o confronto. Ele foi punido no início da luta por falta de combatividade, em um momento em que nem o brasileiro, nem o rival atacavam. No segundo round, Jennings abriu três pontos de vantagem e só administrou o placar, que indicava 4 a 1. Precisando reverter o resultado, o brasileiro foi para cima no último round mas sofreu com os contra-ataques do adversário, não conseguiu encostar e acabou perdendo por 6 a 4.

Caso vencesse, Diogo já estaria com o bronze garantido, pois no taekwondo não há disputa do terceiro lugar.

Diogo Silva é um dos rostos mais conhecidos do taekwondo brasileiro. Em 2004, ele foi aos Jogos de Atenas, chamou atenção, mas ficou fora do pódio. Em 2007, no Rio de Janeiro, com seu cabelo dreadlock, deu ao Brasil a primeira medalha de ouro nos Jogos. Em Pan-Americanos, ele ainda tem um bronze em 2003, na República Dominicana.

Em Guadalajara, Diogo está mais comportado. O penteado rastafári deu lugar ao corte escovinha: ele entrou no exército e foi uma das estrelas dos Jogos Mundiais Militares, no Rio de Janeiro, em julho. Lá, ele ficou com a medalha de ouro.

Ele é, também, o único brasileiro classificado para os Jogos de Londres-2012 no taekwondo. A vaga veio com o bronze no Pré-Olímpico de Bakul, no Azerbaijão, também em julho, pouco antes de competir no Rio.

Jornal Midiamax