Geral

Deputado pedirá ao Ministro da Agricultura vistoria em cerealistas e cooperativas de MS

Durante encontro da Frente Parlamentar da Agricultura da Câmara em Brasília, nesta terça-feira, o Deputado Federal Reinaldo Azambuja (PSDB/MS) buscou apoio para as ações que a Bancada deve encampar em favor dos produtores sul mato-grossenses que tiveram suas lavouras prejudicadas devido as fortes chuvas dos últimos dias. A frente se reuniu para discutir a mobilização para […]

Arquivo Publicado em 15/03/2011, às 22h59

None

Durante encontro da Frente Parlamentar da Agricultura da Câmara em Brasília, nesta terça-feira, o Deputado Federal Reinaldo Azambuja (PSDB/MS) buscou apoio para as ações que a Bancada deve encampar em favor dos produtores sul mato-grossenses que tiveram suas lavouras prejudicadas devido as fortes chuvas dos últimos dias.

A frente se reuniu para discutir a mobilização para votação do Novo Código Florestal, a aquisição de terras por estrangeiros, e uma subcomissão discutiu ainda a questão dos agrotóxicos.


Azambuja lembra que o excesso de chuvas deixou desabrigados, destruiu pontes e estradas, e as ações na solução destes problemas devem ser emergenciais mas, que ainda assim os prejuízos das lavouras também devem ser tratados com prioridade já que a economia do Estado se concentra no setor produtivo.

Em sintonia com entidades como a Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (FAMASUL), Azambuja deve levar ao conhecimento do Ministro da Agricultura, Wagner Rossi, em audiência que acontece na quarta-feira, as 11h, na capital Federal, números sobre os prejuízos dos produtores e um pedido para que a Delegacia Federal da Agricultura realize uma vistoria nas cerealistas, cooperativas e empresas multinacionais de compra e venda de grãos, para aferir a qualidade da soja depositada.

A preocupação do parlamentar é com relação aos descontos considerados muito pesados, em cima da soja entregue depois das chuvas. Segundo Azambuja este produto depois de classificado, descontando todo o ardido e umidade, é misturado ao produto com qualidade superior, já armazenado, ganhando assim melhor preço na hora da venda. “Identificamos descontos muito grandes, e isso não pode ficar só nas costas do produtor”, defendeu.

A vistoria será solicitada nos municípios que foram atingidos pelas chuvas e foram registrados os maiores prejuízos no Estado. A audiência com o Ministro da Integração Nacional, anunciada na segunda-feira por Azambuja, ainda não tem data, horário e local definidos.

Jornal Midiamax