Geral

Deputado avisa que MS vai reagir contra perdas decorrentes da reforma tributária

O deputado federal Fábio Trad (PMDB-MS) fez há pouco, na Câmara Federal, um pronunciamento em defesa do Mato Grosso do Sul, estado que mais perderá diante da proposta de reforma tributária que hoje vigora no Congresso Nacional. Fábio fez um apelo aos deputados comprometidos com o desenvolvimento do país e com a integridade da federação, […]

Arquivo Publicado em 05/05/2011, às 21h25

None
243998637.jpg

O deputado federal Fábio Trad (PMDB-MS) fez há pouco, na Câmara Federal, um pronunciamento em defesa do Mato Grosso do Sul, estado que mais perderá diante da proposta de reforma tributária que hoje vigora no Congresso Nacional. Fábio fez um apelo aos deputados comprometidos com o desenvolvimento do país e com a integridade da federação, no sentido de não permitirem que o Mato Grosso do Sul seja prejudicado.


“Mato Grosso do Sul, como um estado que exporta muito e não consome tudo aquilo que produz, pode, se o projeto da reforma tributária vingar, constituir-se no estado que mais vai perder na união, com 28% de comprometimento das rendas provenientes da arrecadação do ICMS. Venho a esta tribuna como brasileiro e como sul-mato-grossense dizer que o MS vai reagir”, afirmou o deputado.


Fábio reforçou, afirmando que o estado não pode ser alvo de perdas avassaladoras que possam comprometer seu desenvolvimento. “Já perdemos com a Lei Kandir, que desonerou o ICMS nas remessas externas, e agora, se houver a modificação no rateio e da distribuição do ICMS, seremos ainda mais atingidos”.


O deputado sul-mato-grossense criticou também a proposta do valor agregado federal. Mais um imposto que acresce a carga tributária aos contribuintes: “É absurdo. A carga tributária já pesa sobre os ombros dos brasileiros, quase 40% do PIB. Nós sabemos que os serviços públicos que recebemos não são da qualidade correspondente ao alto custo da tributação”, finalizou.

Jornal Midiamax