A diretoria do Cruzeiro informou, no início da noite desta sexta-feira, que aguarda a resposta oficial do Grêmio à sua proposta, que foi encaminhada na véspera, para fechar sua parte na transferência do atacante Kleber para o time gaúcho. O clube celeste deseja receber uma compensação financeira de R$ 800 mil e mais 35% dos direitos econômicos do lateral-esquerdo campo-grandense Gilson.

A informação sobre a proposta cruzeirense, enviada de forma oficial, foi dada pelo diretor de comunicação do clube mineiro, Guilherme Mendes, após o treinamento do time na Toca da Raposa II, preparando-se para o jogo com o Atlético-PR, no próximo domingo, às 17h, na Arena do Jacaré. Segundo ele, Kleber assinaria contrato de cinco anos com o Grêmio.

“O Cruzeiro receberia a compensação financeira pelo fato de o Kleber ficar vinculado ao clube gaúcho por cinco anos. Qual é essa compensação? O Cruzeiro receberia R$ 800 mil em dinheiro, mais 35% dos direitos econômicos do lateral Gilson”, explicou Guilherme Mendes.

“Não quer dizer que o Gilson vá jogar no Cruzeiro, mas o Cruzeiro passaria a ter 35% dos direitos econômicos desse jogador e ainda receberia mais R$ 800 mil”, acrescentou o dirigente de comunicação do clube mineiro.

Guilherme Mendes explicou que o Cruzeiro, que detém 50% dos direitos econômicos de Kleber, começou a negociar, na última terça-feira, com o Grêmio sua parte nessa transferência, que envolve também o Palmeiras.

“Algumas possibilidades já aconteceram de lá para cá, é importante dizer que as propostas vão se alterando com o passar dos dias”, observou Guilherme Mendes. Segundo ele, a que vem sendo discutida foi encaminhada quinta-feira, assinada pela diretoria do Cruzeiro, que concorda com a ida de Kleber para o Grêmio. “A gente ainda aguarda uma resposta oficial do Grêmio, assinada pelo Grêmio”, disse.