Geral

Conheça as dicas de especialistas para se sair bem nas provas do Enem

Em Mato Grosso do Sul, mais de 122 mil candidatos devem fazer o Exame Nacional do Ensino Médio

Arquivo Publicado em 21/10/2011, às 19h21

None

Em Mato Grosso do Sul, mais de 122 mil candidatos devem fazer o Exame Nacional do Ensino Médio

Está chegando a hora em que muita gente deve começar a decidir os rumos profissionais. Neste fim de semana (22 e 23/10), em todo país, será realizado o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). No Brasil, são mais de 5 milhões de candidatos; só em Mato Grosso do sul, são pouco mais de 122 mil. Em momentos tensos com esse, nada melhor que saber quais as dicas dos educadores para ajudar no bom desempenho dos concorrentes.


“O momento agora é mais indicado para descanso, não adianta correr atrás de informações de última hora. É preciso estar relaxado para fazer uma boa prova”, essa é a dica de Marlene Trindade Amado, diretora adjunta da Escola Estadual Lúcia Martins Coelho, de Campo Grande.


Do outro lado, para quem vai participar da maratona de questões, é difícil manter essa tranquilidade antes e durante a avaliação. “Os especialistas dizem pra manter a calma, mas a gente fica nervosa, não tem como evitar. Espero que na hora eu esteja mais controlada e ciente da importância dessa prova”, revelou Daiane Araújo do Prado, que vai prestar o Exame, na capital.


Dormir, descansar e também se alimentar bem são outras orientações de Marlene. Na instituição de ensino que ela representa, são mais de mil alunos nos três períodos. Neste ano, além dos estudantes do terceiro ano, os do segundo também vão participar do Exame Nacional como ‘trainees’.


Tranquilidade: é possível? 


“Os alunos estão um pouco apreensivos, isso é natural nessa época. Mas passamos nas salas desejando sucesso e tranqüilidade aos candidatos. Agora orientamos que quanto menos pressão, melhor”, disse Lucílio de Souza Nobre, diretor da Escola Estadual Joaquim Murtinho, em Campo Grande.


O diretor lembrou também que os professores da Joaquim Murtinho pararam o conteúdo didático durante esta semana e trabalharam somente com assuntos do Enem. “Os estudantes do terceiro ano receberam uma apostila com 100 questões, organizada pelo professor Maurício Jonas. Ele é doutor em física, mas preparou um material com um apanhado geral, nas áreas mais importantes da prova”, falou Lucílio.


Em 2010, a Escola recebeu Moção de Congratulação da Câmara Municipal pelo 7º das escolas públicas de Campo Grande. O diretor contou ainda que os educadores reforçaram a responsabilidade que os alunos têm em manter ou até melhorar o ranking da Joaquim Murtinho. “Fazer o que aprendeu com segurança e personalidade; e não deixar de participar. Além da nota, a quantidade de participantes é importante para nós”. Somente nessa instituição de ensino, são 16 salas de terceiro ano e aproximadamente 500 alunos devem fazer a prova.


Atenção aos horários e à redação


Outra dica dos especialistas é ficar atento aos assuntos da atualidade que podem ser tema de redação na prova, quesito que tem muito peso na média final. E o que pode parecer simples, mas é fundamental também, é em relação ao relógio. Pelo horário de Brasília, a prova está marcada para ser aplicada a partir das 13hs. Mas em Mato Grosso do Sul, será às 12hs (meio dia). Atenção candidatos sul-mato-grossenses, os portões abrirão às 11h e fecharão às 12hs.


Enem / Brasil


Em todo o Brasil, 5,4 milhões de pessoas devem prestar o Exame Nacional do Ensino Médio. Lembrando que inúmeras universidades não realizam mais os temidos vestibulares, então este se torna o único caminho para chegar ao ensino superior.


Quase todas as universidades federais vão utilizar as notas do Enem para selecionar os alunos que ocuparão as vagas oferecidas para o primeiro semestre de 2012. A adesão à prova cresce a cada ano, mas a forma como cada instituição aproveita o resultado do Enem ainda é variável. No primeiro semestre de 2010, 83 instituições participaram do sistema, com 83 mil vagas disponíveis


As provas do Exame

O exame terá quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma redação. Para a realização das provas, o candidato deverá usar somente caneta com tinta esferográfica preta.


No sábado (22) serão realizadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias. No domingo (23) serão realizadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias. As provas terão quatro horas e meia de duração no sábado, e, no domingo, cinco horas e meia. O candidato só pode entregar o gabarito e deixar a sala após duas horas de prova.


É obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto. Quem não tiver o documento deverá apresentar Boletim de Ocorrência emitido há, no máximo, 90 dias da data da prova e se submeter a uma identificação especial e preenchimento de formulário próprio.

Jornal Midiamax