Geral

Brasileirão: Timão tenta se manter na liderança hoje

Empatado em pontos com o Vasco e Flamengo no topo do Campeonato Brasileiro (mas em vantagem no número de vitórias), o Corinthians visita o Cruzeiro às 16 horas (de Brasília) de domingo, na Arena do Jacaré, tentando se manter por mais uma rodada na liderança da competição nacional. O adversário, por sua vez, procura a […]

Arquivo Publicado em 16/10/2011, às 16h28

None

Empatado em pontos com o Vasco e Flamengo no topo do Campeonato Brasileiro (mas em vantagem no número de vitórias), o Corinthians visita o Cruzeiro às 16 horas (de Brasília) de domingo, na Arena do Jacaré, tentando se manter por mais uma rodada na liderança da competição nacional. O adversário, por sua vez, procura a sua primeira vitória depois de dez rodadas.

Com o tropeço em casa para o Botafogo no meio de semana, a equipe alvinegra objetiva apenas a vitória em Minas Gerais, pois o Vasco joga em seus domínios no final de semana, embalado por ter arrancado um empate do Atlético-PR depois de sair perdendo pela diferença de dois gols. Para Paulo André, o cenário no domingo poderá ser o ideal para ele e os colegas.

“Qualquer jogo será difícil até o final do campeonato. Mas, pelo desespero em que se encontra o Cruzeiro, a gente poderá ter alguns buracos a mais em campo. Eles realmente estão com a corda no pescoço. Isso nos favorece, pois temos dificuldades contra quem joga mais fechado. Espero que se atirem para cima do Corinthians”, disse o defensor, titular ao lado de Leandro Castán.

Para esta partida, o técnico Tite tem como desfalques o lateral esquerdo Fábio Santos, que lesionou o joelho esquerdo e fica fora por 20 dias, e os atacantes Adriano (preservado para adquirir melhor condicionamento físico depois de ter participado das duas últimas partidas da equipe) e Emerson (ainda apresentando incômodo no músculo adutor da coxa direita).

No primeiro turno, o Cruzeiro foi o time responsável por tirar a invencibilidade corintiana na competição, em pleno Pacaembu. Desta vez, Tite projeta novidades. “O caráter da partida vai ser diferente pela posição que o Cruzeiro estava na época, brigando pelo título. Agora está fora. Nós continuamos na mesma posição. Aquele foi um jogaço, com qualidade técnica das duas equipes. O Cruzeiro é um time de muita triangulação, entrosado”, avaliou o comandante.

A situação atual não lembra em nada aquele Cruzeiro. Sem vencer há dez rodadas e com 31 pontos, em 16º lugar, o time teve pouco tempo de preparação para alcançar equilíbrio e superar o Corinthians. “Essa oscilação não deveria existir. O Cruzeiro tinha que jogar bem os 90 minutos”, ressaltou Vágner Mancini, que afirma que a ausência de vitórias tem incomodado muito.

“É um jejum muito longo, incomoda a gente. Eu que estou há pouco tempo no clube e fico incomodado, é uma situação desconfortável, mas não podemos de maneira alguma jogar a toalha e achar que está definido, nós vamos em busca de uma vitória contra o Corinthians”, afirmou.

Se não levar gols, o Cruzeiro já terá meio caminho andado para vencer a primeira no returno, para isso, uma das apostas é no goleiro Fábio, que tradicionalmente costuma salvar a equipe celeste. O jogador lembra que os cruzeirenses dão sorte diante do Corinthians, e pede o apoio do torcedor para enfim vencer na competição nacional.

“É um jogo sempre difícil, mas o Cruzeiro sempre joga bem contra o Corinthians. Desde a era Mineirão, como em Uberlândia, tivemos sorte contra eles. Vai ser um jogo disputado, vibrante e temos que estar com a vibração maior ainda para que a gente possa vencer. A presença da torcida será muito importante e contamos com a Arena cheia para somar os pontos”, disse.

Jornal Midiamax