A seleção brasileira masculina teve motivos para comemorar e para lamentar em sua estreia na Copa do Mundo de vôlei, disputada no Japão. Neste domingo, com um jogo bastante consistente e de pouca instabilidade, os comandados de Bernardinho confirmaram o favoritismo e largaram na competição com uma vitória tranquila sobre o Egito por 3 sets a 0, parciais de 25-19, 25-13 e 25-19, em Kagoshima. A nota triste do domingo, porém, foi que dois jogadores do time verde-amarelo saíram de quadra contundidos.

O primeiro a sentir foi Dante. Com dores no abdômen, segundo informações do Sportv, o ponteiro não conseguiu permanecer no jogo e teve de ser substituído por Giba ainda no segundo set. Ainda de acordo com a emissora, o veterano atleta não preocupa o departamento médico, mas deve ser poupado no jogo de amanhã contra os Estados Unidos.

Já o caso de Marlon pareceu mais preocupante. O levantador sentiu uma forte dor na panturrilha ao descer de um bloqueio no terceiro set e foi prontamente substituído por Bruninho, que surpreendentemente começou o jogo na reserva. Marlon aplicou uma bolsa de gelo no local lesionado e ainda não se sabe a gravidade de seu problema.

Apesar das mudanças forçadas e das alterações naturais feitas por Bernardinho ao longo da partida, o Brasil manteve uma boa regularidade ao longo do confronto e fechou em pouco mais de 1h, sem maiores problemas.

A seleção brasileira entrou em quadra com Marlon e Vissotto, Dante e Murilo, Sidão e Lucão, além do líbero Escadinha. Além dos já citados Bruninho e Giba, também entraram em quadra Theo e Rodrigão. Com 13 pontos marcados, Murilo foi eleito o melhor jogador do confronto. Pelo lado do Egito, Abdelhay Ahmed foi quem mais colocou bolas no chão: 14 no total.

O Brasil volta à quadra na madrugada de domingo para segunda-feira, às 4h (de Brasília), para enfrentar os Estados Unidos. Na primeira fase, os atuais bicampeões da Copa ainda terão pela frente a Itália. Os três primeiros colocados ao final da competição garantem vaga nos Jogos Olímpicos de Londres-2012.

Outros jogos
Apesar de ter enfrentamentos entre grandes equipes, a primeira rodada da Copa do Mundo não teve jogos decididos no tie-break. No clássico europeu do dia, por exemplo, Itália e Rússia fizeram um duelo de quase 2h e, apesar de os italianos saírem na frente, foram os russos quem venceram por 3 sets a 1 (22-25, 25-22, 25-22 e 25-21). Já o esperado equilíbrio no duelo entre Polônia e Cuba não se confirmou. Os europeus variaram melhor suas jogadas, tiveram boa atuação no bloqueio e surpreendentemente venceram por 3 a 0 (25-21, 25-23, 25-16).

Outro resultado inesperado foi a vitória da jovem Argentina sobre a envelhecida Sérvia em sets diretos com parciais de 25-20, 25-13 e 25-18. A grande surpresa do domingo, porém, foi a derrota dos donos da casa para o Irã. Comandada pelo técnico multicampeção Julio Velasco, a seleção iraniana virou pra cima do Japão e venceu por 3 a 1 (17-25, 25-20, 25-23 e 25-15). Já os Estados Unidos não deram chance à China e, apesar de uma leve queda de rendimento no meio da partida, venceram por 3 a 0 com 25-14, 25-23 e 25-21.