Geral

Aumenta a intenção de consumo entre as famílias campo-grandenses

Com melhores perspectivas profissionais, as famílias campo-grandenses aumentaram a intenção de consumo em junho, mostra a pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). “Já sentimos que as vendas melhoraram a partir de maio, Mês das Mães e também tivemos vendas importantes neste início de mês em função do Dia dos […]

Arquivo Publicado em 20/06/2011, às 17h45

None

Com melhores perspectivas profissionais, as famílias campo-grandenses aumentaram a intenção de consumo em junho, mostra a pesquisa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). “Já sentimos que as vendas melhoraram a partir de maio, Mês das Mães e também tivemos vendas importantes neste início de mês em função do Dia dos Namorados”, diz o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Mato Grosso do Sul (Fecomércio MS), Edison Ferreira de Araújo.

De acordo com a pesquisa, na percepção das famílias, em junho o acesso ao crédito melhorou, assim como as perspectivas profissionais, aspectos importantes na composição do índice que afere a intenção de consumo. Dos entrevistados, 35% disseram que a família está comprando mais que no ano passado, contra 24,8% que apontaram redução de consumo.

Quando perguntadas sobre a renda familiar, 55,6% das famílias dizem ter melhorado e 64,4% vêem mais facilidade no acesso ao crédito. Sobre as perspectivas profissionais, 62,7% esperam alguma melhoria para os próximos seis meses, pergunta que foi direcionada aos chefes de domicílio. Sobre o momento para compra de bens duráveis, como eletrodomésticos, televisores e som, 56,6% disseram ser “bom” ao passo em que 36% acreditam não ser oportuno. A pesquisa ouviu 500 famílias da Capital.

Jornal Midiamax