Geral

Atentados matam ao menos 30 na Síria, dizem autoridades

Mais de 30 pessoas morreram com a explosão de dois carros-bomba na capital síria, Damasco, informou hoje (23) o governo do país. A TV estatal disse que supostos militantes da Al Qaeda atiraram em bases de um edifício das forças de segurança sírias. Mas ativistas da oposição alegam que os atentados foram feitos por aliados […]

Arquivo Publicado em 23/12/2011, às 13h09

None

Mais de 30 pessoas morreram com a explosão de dois carros-bomba na capital síria, Damasco, informou hoje (23) o governo do país. A TV estatal disse que supostos militantes da Al Qaeda atiraram em bases de um edifício das forças de segurança sírias.

Mas ativistas da oposição alegam que os atentados foram feitos por aliados do governo para influenciar a opinião de observadores da Liga Árabe, que têm como missão averiguar a repressão a manifestantes antigoverno no país árabe.


Desde que as manifestações começaram na Síria, em março, a Organização das Nações Unidas (ONU) estima que mais de 5 mil pessoas tenham morrido em episódios relacionados à série de violência. A oposição diz que a maioria das mortes é causada pela repressão promovida pelo governo, que, por sua vez, diz que os distúrbios no país são causados por “terroristas armados” financiados no exterior.

Jornal Midiamax