Geral

Aeronautas de Brasília, Rio e Belém aceitam proposta das companhias aéreas

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), que reúne pilotos, copilotos e comissários, informou que os trabalhadores do Rio de Janeiro, de Belém e de Brasília decidiram, em assembleias que ocorreram nesta quinta-feira (22) de manhã, aceitar a proposta feita ontem (21) pelas empresas aéreas, de reajuste salarial de 6,5% para todas as categorias, incluindo os […]

Arquivo Publicado em 22/12/2011, às 18h30

None

O Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), que reúne pilotos, copilotos e comissários, informou que os trabalhadores do Rio de Janeiro, de Belém e de Brasília decidiram, em assembleias que ocorreram nesta quinta-feira (22) de manhã, aceitar a proposta feita ontem (21) pelas empresas aéreas, de reajuste salarial de 6,5% para todas as categorias, incluindo os aeroviários, categoria que reúne quem trabalha em terra.


O secretário-geral do SNA, Sérgio Dias, ressaltou que a decisão de entrar ou não em greve à partir da meia-noite de hoje depende da assembleia dos aeronautas de São Paulo, que são a maior parte da categoria.


Dias considerou que o avanço na reposição salarial foi pequeno, com margem de apenas 0,33% acima da inflação, mas ressaltou que houve melhoria importante no aumento de 10% do piso salarial das categorias, mesmo percentual aplicado ao auxílio-alimentação e às cestas básicas.


Segundo ele, o acordo beneficia principalmente os funcionários de empresas menores, que têm menos força de reivindicação. “Foi o possível, a expectativa era maior. Poderia ter sido melhor, com um pouco mais de mobilização e sensibilidade dos patrões. Houve crescimento no setor e os trabalhadores contribuíram bastante para isso”, disse Dias, conformado.

Jornal Midiamax