Geral

Ricardo Gomes não comenta hipótese de treinar seleção

A Copa do Mundo acabou só no domingo, mas o São Paulo já está com a concentração voltada para o Campeonato Brasileiro há tempos. Foram 27 dias de trabalho no CT da Barra Funda, tempo festejado por Ricardo Gomes. O técnico, aliás, não quis comentar sua possível ida para a seleção brasileira. “Pois é, a […]

Arquivo Publicado em 13/07/2010, às 16h34

None

A Copa do Mundo acabou só no domingo, mas o São Paulo já está com a concentração voltada para o Campeonato Brasileiro há tempos. Foram 27 dias de trabalho no CT da Barra Funda, tempo festejado por Ricardo Gomes. O técnico, aliás, não quis comentar sua possível ida para a seleção brasileira.




“Pois é, a Copa do Mundo acabou mesmo”, brincou o técnico, espantado ao rever os inúmeros jornalistas que acompanhavam o treino. “Estamos aqui para falar do Avaí [adversário desta quarta-feira, às 19h30, no Morumbi]”, se limitou a dizer.



O nome de Ricardo Gomes foi cogitado para assumir a seleção brasileira logo após a demissão de Dunga. Além do comandante são-paulino, Mano Menezes, Luiz Felipe Scolari, Muricy Ramalho e Leonardo, ex-Milan, são alguns dos técnicos que rondam a vontade popular.



Se Ricardo Gomes não fala, ele sabe que a torcida do seu elenco é grande. “Sem querer puxar sardinha para o meu lado, mas ele tem todas as características que a CBF procura. Quando chegou aqui disse que já queria ter trabalhado comigo na França e minha torcida é para ele”, disse Richarlyson.



Carioca, de 45 anos, o técnico do São Paulo teve uma passagem não muito feliz pela seleção brasileira. De 2002 a 2004, treinou o time olímpico e – mesmo com estrelas como Diego, Robinho, Nilmar e Daniel Carvalho – não conseguiu a classificação aos Jogos de Atenas.



A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já avisou que a definição do novo treinador sairá apenas no final de julho. O presidente Ricardo Teixeira se recusa inclusive a ventilar possíveis candidatos. A seleção brasileira faz em 8 de agosto, contra os Estados Unidos, o primeiro dos seis amistosos restantes em 2010.

Jornal Midiamax