Geral

Projeto Vida no Trânsito será definido na próxima semana

A comissão do projeto Vida no Trânsito, que prevê ações de prevenção de lesões e mortes no trânsito e de promoção da cultura de paz e segurança viária, informou que o Plano Local será concluído na próxima semana. O programa prevê ações a serem executadas até o ano de 2012, em Campo Grande. Representantes de […]

Arquivo Publicado em 16/10/2010, às 15h58

None

A comissão do projeto Vida no Trânsito, que prevê ações de prevenção de lesões e mortes no trânsito e de promoção da cultura de paz e segurança viária, informou que o Plano Local será concluído na próxima semana.


O programa prevê ações a serem executadas até o ano de 2012, em Campo Grande. Representantes de órgãos e instituições com atuação relacionada ao trânsito de Campo Grande estiveram reunidos na Capital nos dias 7 e 8 de outubro com integrantes dos ministérios da Saúde, Cidades, Justiça, além da Organização Panamericana de Saúde (Opas) e Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Na ocasião, foram apresentados os indicadores responsáveis pelas mortes e acidentes no trânsito da cidade.


 A finalidade é definir quais os principais fatores a serem combatidos. Depois de analisado, o relatório – que foi levado pela comissão de Brasília – deverá retornar a Campo Grande na sexta-feira (15), com sugestões da comissão que acompanhou as reuniões da última semana, para então ser definido o Plano Local. A previsão é de que até a próxima terça-feira (19) o documento esteja concluído, segundo a chefe da Divisão de Educação para o Trânsito da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Ivanise Rota. ”Durante as oficinas foram debatidos os principais problemas relacionados ao trânsito da cidade, envolvendo todas as áreas.


 O relatório foi levado pelo grupo responsável pelo Projeto Vida no Trânsito. O próximo passo será a devolução do relatório com o parecer da comissão internacional do projeto. Com isso em mãos, definiremos o Plano Local que será aplicado em Campo Grande”, explicou Ivanise. A elaboração do Plano Local do Projeto Vida no Trânsito conta com a participação da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MS), Secretaria Municipal de Educação (Semed), Agetran e Companhia Independente de Trânsito da Polícia Militar (Ciptran).


E, ainda, Corpo de Bombeiros, Detran-MS, Sindicato das Escolas Particulares, Conselho Estadual de Trânsito, Polícia Rodoviária Federal, além da Promotoria da Saúde Pública. Projeto – Lançado no dia 18 de junho de 2010, o Projeto é resultado de uma ação interministerial desenvolvida em parceira com a Organização Mundial da Saúde (OMS), Opas e a Bloomberg Philanthropies, uma fundação internacional de promoção de atividades na área social. No Brasil, além de Campo Grande, integram o Projeto as cidades de Teresina (PI), Palmas (TO), Belo Horizonte (MG) e Curitiba (PR).


No mundo, a ação global é chamada Road Safety in 10 Countries (RS 10). O objetivo é subsidiar gestores nacionais no fortalecimento de políticas de prevenção de lesões e mortes no trânsito, por meio da qualificação, planejamento, monitoramento, acompanhamento e avaliação das ações. Além do Brasil, participam outros nove países: Rússia, Turquia, China, Egito, Índia, Camboja, Quênia, México e Vietnã.

Jornal Midiamax