Geral

Projeto leva cinema gratuito a moradores de Terenos

O Sesi inicia nesta sexta-feira (17/09), a partir das 18h30, em Terenos com o projeto que levará cinema de graça para os moradores das cidades do interior de Mato Grosso do Sul. Trata-se do Cine Sesi Cultural, que já foi visto por quase 3 milhões de pessoas em 400 cidades espalhadas pelo Brasil e é […]

Arquivo Publicado em 17/09/2010, às 12h12

None

O Sesi inicia nesta sexta-feira (17/09), a partir das 18h30, em Terenos com o projeto que levará cinema de graça para os moradores das cidades do interior de Mato Grosso do Sul. Trata-se do Cine Sesi Cultural, que já foi visto por quase 3 milhões de pessoas em 400 cidades espalhadas pelo Brasil e é um festival de cinema itinerante com a proposta de levar cinema para as localidades que não possuem salas de exibição em funcionamento.


Além de Terenos, passagem pelo Estado incluirá apresentações em outros 13 municípios – Ribas do Rio Pardo (24, 25 e 26 de setembro), São Gabriel do Oeste (8, 9 e 10 de outubro), Rio Verde (15, 16 e 17 de outubro), Miranda (22, 23 e 24 de outubro), Ladário (5, 6 e 7 de novembro), Amambai (12, 13 e 14 de novembro), Ponta Porã (19, 20 e 21 de novembro), Rio Brilhante (26, 27 e 28 de novembro), Nova Andradina (3, 4 e 5 de dezembro), Bataguassu (10, 11 e 12 de dezembro), Aparecida do Taboado (17, 18 e 19 de dezembro), Chapadão do Sul (7, 8 e 9 de janeiro de 2011) e Costa Rica (14, 15 e 16 de janeiro de 2011).


Para o presidente da Fiems, Sérgio Longen, a criatividade é uma virtude indispensável para o bom desempenho de qualquer equipe de trabalho, mas, para isso, é preciso ter acesso a informações de qualidade e o Cine Sesi Cultural vai ajudar a ampliar a formação cultural e educacional da comunidade do interior do Estado. “Nós entendemos que o cinema é uma excelente ferramenta para abrir os horizontes de conhecimento das pessoas, permitindo que elas entrem em contato com os mais diversos universos, absorvendo ricas experiências intelectuais, culturais e emotivas em um curto espaço de tempo”, reforçou.


De acordo com a superintendente do Sesi, Maura Gabínio, a proposta do Cine Sesi Cultural é levantar a discussão sobre a democratização do acesso à cultura. “Estamos levando cinema de qualidade para locais que não têm mais ou nunca tiveram uma sala de projeção”, reforçou, completando que durante os três dias de exibição em cada cidade serão apresentados ao todo três curtas e três longas metragens para a população presente.


Nas sextas-feiras, o público confere o curta “Até O Sol Raiar” e o longa “Se Eu Fosse Você 2”, enquanto nos sábados tem o curta “O Branco” e o longa “Pequenas Histórias” e, nos domingos, serão exibidos o curta “Vida Maria” e o longa “A Era do Gelo 3”, com projeções feitas com equipamento de última geração. As exibições serão sempre a partir das 18h30, ao ar-livre, em área cedida pelas prefeituras, podendo ser em uma praça ou local de conhecimento do público, respeitando as exigências físicas e técnicas dos equipamentos, que incluem tela de alto alvura de 12 metros por 5 metros com um projetor de 35 mm, som de três vias de 2 mil watts e projetor Hi-Light Xenon de 2 mil watts, além de cinemascope, o que permite boa visualização e audição a uma distância de 25 metros, garantindo elevado padrão de qualidade técnica e de conteúdo das projeções.

Jornal Midiamax