Geral

Prisão de quadrilha leva ao esclarecimento de roubos e latrocínio

Após a prisão em Dourados, no dia 29 de junho, de uma quadrilha que agia na região de Londrina/PR, ações conjuntas da Defron e da Divisão de Furtos e Roubos da Polícia Civil de Dourados, possibilitaram a identificação e prisão de mais dois membros do bando em Cambé/PR. Foram presos em Cambé/PR, Vitor Hugo Almeida, […]

Arquivo Publicado em 13/07/2010, às 20h37

None

Após a prisão em Dourados, no dia 29 de junho, de uma quadrilha que agia na região de Londrina/PR, ações conjuntas da Defron e da Divisão de Furtos e Roubos da Polícia Civil de Dourados, possibilitaram a identificação e prisão de mais dois membros do bando em Cambé/PR.


Foram presos em Cambé/PR, Vitor Hugo Almeida, de 20 anos, e Renan Guerra Kangue, de 22 anos. Segundo o que foi apurou nas investigações, eles, juntamente com Jhonatan Precinato do Monte, de 20 anos, que havia sido preso em Dourados pelos Investigadores da DEFRON quando levava para o Paraguai, um Honda New Civic, preto, 2007, placas AOY-2457/PR, e um VW/Parati, cinza, 2006, placas AOD-8049/PR, roubados em Londrina/PR, são os autores do roubo seguido de morte do universitário Wagner Cardoso Farias, de 26 anos, ocorrido na noite de 12 de abril passado, em frente a Universidade Unifil, quando durante o assalto, a vítima teria reagido e sido atingida com um tiro no peito, tendo morte instantânea.


O veículo roubado de Wagner, um VW/Golf, foi levado para Paranavaí/PR, onde foi remarcado e posteriormente abandonado em Arapongas/PR, mesma cidade onde o bando abandonou na madrugada em que foram presos em Dourados, um GM/Montana, ano 2009/2009, placas ARB 7958/PR, que também haviam roubado em Londrina/PR.


Em decorrência dos esclarecimentos dos roubos, principalmente do latrocínio do universitário Wagner Cardoso Farias, Jhonatan Precinato do Monte, que já estava recolhido na Penitenciária de Segurança Máxima Harry Amorim Costa de Dourados, teve sua prisão preventiva decretada pela Juíza da 4ª Vara Criminal de Londrina/PR, Drª. Carla Pedalino, o qual foi devidamente cumprido por policiais da Defron.

Jornal Midiamax