Geral

Prefeito pode anunciar ‘surpresa eleitoral’ na saída de secretários

O prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PMDB) disse hoje durante vistoria às obras da Avenida Ceará que há entre seus assessores na prefeitura uma “bomba eleitoral” que pode ser anunciada no dia 31 de março quando secretários com pretensões eleitorais deixam as funções. “É uma bomba que por enquanto eu não posso falar. Tem […]

Arquivo Publicado em 27/03/2010, às 18h01

None

O prefeito de Campo Grande Nelsinho Trad (PMDB) disse hoje durante vistoria às obras da Avenida Ceará que há entre seus assessores na prefeitura uma “bomba eleitoral” que pode ser anunciada no dia 31 de março quando secretários com pretensões eleitorais deixam as funções. “É uma bomba que por enquanto eu não posso falar. Tem uma pessoa que ninguém pensa que vai ser candidato, mas ele parece que vai ser”, mencionou se recusando a revelar nomes.

Nelsinho confirmou que devem se afastar ao menos quatro nomes, todos já amplamente divulgados Luiz Henrique Mandetta (Secretário de Saúde), Athayde Nery (Diretor da Fundação de Cultura), Pastor Sérgio (Relações Institucionais), além da primeira-dama, Maria Antonieta Trad (Secretária de Ações Sociais e Cidadania), que deixará a função para coordenar a campanha do governador André Puccinelli (PMDB), em Campo Grande.

Questionado se a bomba não seria o vice-prefeito Edil Albuquerque (PMDB), o prefeito se manteve em silêncio. Corre o boato de que Edil teria sido uma opção lembrada pelo governador para indicar a suplente de Murilo Zauith (DEM) vice-governador que pretende concorrer ao Senado. O democrata exige a indicação de um nome ligado a André para disputar as eleições na chapa do peemedebista.

Edil, por sua vez, informou ao Midiamax que suas pretensões políticas não se esgotam no cargo de vice-prefeito da cidade. Contudo, não está prevista sua participação nas eleições deste ano, nem como postulante à vaga de deputado, nem como suplente de senador. “Não acho que a bomba seja eu. Até agora ninguém me convidou para nada. Hoje, o que eu te digo é que fico na prefeitura e concluo o mandato junto com Nelsinho”, relatou.

Campanha de André

Ainda durante vistoria às obras da Ceará, o prefeito comentou a escolha de Antonieta para ser coordenadora da campanha de André em Campo Grande. “O André é danado. Ele a escolheu porque Antonieta faz bem esta função”, contou. A primeira-dama é quem coordena as campanhas do marido.

Nelsinho garantiu ainda empenho pessoal durante à campanha de André à reeleição. “Fora do horário do expediente vou às ruas, organizarei caminhadas, irei aos bairros conversar com as pessoas e pedir votos”, informou. Nelsinho, aliás, aproveitou evento no Bairro Monte Castelo, onde entregou a casa sorteada no IPTU dá Prêmios para anunciar que não concorrerá nas eleições deste ano para concluir seu mandato. (Veja na notícia relacionada)

Jornal Midiamax