Geral

PGR pede arquivamento de inquérito contra presidente do BC

A Procuradoria Geral da República (PGR) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento de inquérito sobre remessa de dinheiro para o exterior por meio das qual consta o nome do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. Segundo o procurador Roberto Gurgel, os fatos são os mesmos de inquérito arquivado em 2007. A PGR investigou […]

Arquivo Publicado em 24/03/2010, às 18h25

None

A Procuradoria Geral da República (PGR) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) o arquivamento de inquérito sobre remessa de dinheiro para o exterior por meio das qual consta o nome do presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. Segundo o procurador Roberto Gurgel, os fatos são os mesmos de inquérito arquivado em 2007.


A PGR investigou suposto crime contra o sistema financeiro nacional e evasão de divisas por Meirelles. “O Código de Processo Penal impõe o arquivamento, salvo se houvesse fato novo. E não havia nenhum fato novo”, disse. O ministro do STF Joaquim Barbosa deverá decidir pelo arquivamento ou não do inquérito.


Hoje, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu Meirelles e disse que é um inquérito do “arco da velha” e sem fundamento. “Nem o procurador-geral sabia do inquérito”, afirmou o presidente Lula, após encontro com os reis da Suécia o rei da Suécia Carl XVI Gustaf e Silvia, no Itamaraty. “De vez em quando no Brasil acontecem coisas assim, do arco da velha.”


Ao ser questionado se Meirelles já definiu se será candidato nas eleições de outubro, o presidente afirmou que a decisão é exclusivamente do presidente do Banco Central. “A situação do Meirelles depende só dele. Eu talvez converse com ele na semana que vem. Não sei se ele quer ser candidato, não sei se ele não quer ser candidato”, disse Lula.


Meirelles é apontado como possível candidato, pelo PMDB, para disputar as eleições ao governo de Goiás. Também chegou a ser mencionado como um dos nomes para vice-presidente da República na chapa do PT.

Jornal Midiamax