Geral

Pescadores deixam poluição às margens do Rio, em Batayporã

Passando na manhã desta segunda-feira (24), próximo as margens do Rio Bahia, no município de Batayporã, a equipe do site Nova News flagrou a grande quantidade de lixo acumulado ao longo da estrada que corta a beira do rio. Segundo um morador ribeirinho, que preferiu não se identificar, a maioria dos pescadores que freqüentam a […]

Arquivo Publicado em 25/10/2010, às 19h07

None

Passando na manhã desta segunda-feira (24), próximo as margens do Rio Bahia, no município de Batayporã, a equipe do site Nova News flagrou a grande quantidade de lixo acumulado ao longo da estrada que corta a beira do rio. Segundo um morador ribeirinho, que preferiu não se identificar, a maioria dos pescadores que freqüentam a região vem de cidades dos estados vizinhos, Paraná e São Paulo.

Denúncia

“Eles ficam acampados durante quase todo o fim de semana. Precisa ver quando é feriado prolongado. Isso aqui se transforma numa cidade, de tanta gente que vem aqui pescar. Se eles ao menos juntassem seus lixos e levassem embora, tudo bem, mas além do que fica jogado à beira do rio, eles deixam os sacos ai expostos, os animais rasgam tudo e o lixo se espalha”, conta o ribeirinho.

Providências

De acordo com o secretário de Turismo e Meio Ambiente de Batayporã, Salvador Pereira, o município está fazendo o levantamento do potencial turístico da localidde e também irá solicitar o apoio a Policia Militar Ambiental (PMA), para que possam fazer um trabalho de conscientização junto às pessoas que pescam na região, principalmente nos fins de semana, para que colaborem com a limpeza, especialmente com plásticos, garrafas e materiais de difícil decomposição, que são os mais encontrados às margens do Bahia.

“Temos o maior prazer em receber os visitantes em nosso município, porém pedimos que eles pelo menos mantenham o local limpo e não abandonem os sacos de lixos às margens do rio”, lembrou o secretário.

Trabalho voluntário

Um grupo de moradores de Batayporã, com o apoio da Secretaria de Meio Ambiente, realiza um trabalho de conscientização junto às pessoas que tem suas propriedades rurais localizada nas margens do Rio Bahia, informando da importância de preservar a região. Uma vez por ano, o grupo se reúne para recolher o lixo deixado por pescadores e plantam arvores nativas às margens do rio.

Jornal Midiamax