Geral

Na Câmara, público aplaude juiz-prefeito e vaia parlamentares

Centenas de pessoas lotam a Câmara de Dourados para acompanhar, nesta manhã, a posse do juiz Eduardo Machado Rocha como prefeito do município. Ao chegar ao plenário ele foi ovacionado pelos populares. Também estão no local os vereadores Délia Razuk (PMDB) que preside a sessão, Idonor Machado (DEM), Gino Fereira (DEM) e Dirceu Longhi (PT). […]

Arquivo Publicado em 04/09/2010, às 13h50

None

Centenas de pessoas lotam a Câmara de Dourados para acompanhar, nesta manhã, a posse do juiz Eduardo Machado Rocha como prefeito do município. Ao chegar ao plenário ele foi ovacionado pelos populares. Também estão no local os vereadores Délia Razuk (PMDB) que preside a sessão, Idonor Machado (DEM), Gino Fereira (DEM) e Dirceu Longhi (PT). Os dois últimos foram vaiados. Eles estão entre os nomes indiciados na Operação Uragano que apura corrupção na prefeitura.


O juiz foi nomeado para um mandato interino pelo Tribunal de Justiça atendendo ao pedido do MPE. O prefeito da cidade, Ari Artuzi (PDT), o vice-prefeito Carlinhos Cantor (PR) e os demais nomes da linha sucessória da prefeitura foram presos acusados de fraudes em licitações e de recebimento de propina. Nove vereadores estariam envolvidos no esquema.

Na mesa de autoridades estão José Carlos Barbosa, presidente da Sanesul, representando o governador André Puccinelli (PMDB) que está em campanha eleitoral em Dourados e o delegado da Polícia Federal Braulio Galone que comandou a operação Uragano.

Artuzi está detido, em Campo Grande desde quarta-feira, dia 1º. Ontem, o TJ transformou a prisão temporária em preventiva.

Jornal Midiamax