Geral

Midiamax flagra encontro de André e Antonio João

O deputado estadual Jerson Domingos (PMDB) foi o anfitrião de um encontro que deveria ser secreto, no início da noite desta terça-feira (23), entre o governador André Puccinelli (PMDB) e o jornalista Antonio João, membro do PTB e suplente do senador Delcídio Amaral (PT). O encontro ocorreu pouco mais de 24 horas após o jornalista Antonio […]

Arquivo Publicado em 23/03/2010, às 23h30

None

O deputado estadual Jerson Domingos (PMDB) foi o anfitrião de um encontro que deveria ser secreto, no início da noite desta terça-feira (23), entre o governador André Puccinelli (PMDB) e o jornalista Antonio João, membro do PTB e suplente do senador Delcídio Amaral (PT).

O encontro ocorreu pouco mais de 24 horas após o jornalista Antonio João se reunir com o ex-governador Zeca do PT para tratar do apoio do PTB ao PT nas eleições de 2010. Aliás, a conversa entre ambos ampliou o mal-estar entre o ex-governador e o senador Delcídio que, ao que se sabe, até com o próprio Antonio João não teria tido conversa amistosa.

Após quase duas horas na residência de Jerson Domingos, no bairro Carandá Bosque, os três [às 19h50] se revelaram surpresos e embaraçados com a presença da reportagem do Midiamax.

De cara, o governador perguntou para o deputado: “como eles ficaram sabendo?”. “Não saiu daqui”, respondeu o deputado.

Enfim, visivelmente constrangidos, os três, quase que em conjunto, passaram a dar versões sobre a razão da reunião.

Tanto o governador como Antonio João tentaram passar a impressão que esses encontros são freqüentes. Mas, a verdade é que os dois estavam rompidos há três anos e reataram a amizade em recente pescaria.

Ambos disseram simultaneamente que estavam ali para falar de política. Mas, Antonio João se contradisse ao afirmar que quem fala pelo PTB é o presidente Ivan Louzada. Ora, então o que fazia ele lá?

Já ontem, depois do encontro com Zeca, Antonio João se mostrava animado com a sinalização do ex-governador de que via com simpatia ele continuar como suplente do senador Delcidio. Há especulações de que Antonio João encontraria resistência velada para continuar na vaga de suplente.

Resposta imediata

E a resposta do PT foi imediata. O presidente do PT Regional, Marcus Garcia, que pode ser considerado porta-voz do senador, mostrou sua insatisfação com o encontro entre Zeca e Antonio João. Tanto é que hoje, para amenizar a crise, o ex-governador manteve contato na sede do PT com os membros da executiva. A expectativa, naturalmente, agora, será a reação do senador Delcídio do Amaral quando tomar conhecimento do encontro ocorrido na residência de Jerson.

Afinal, se ontem, Antonio João costurava apoio ao PT, hoje, imagina-se, recebia as ofertas do PMDB. Para quem ontem declarou que o PTB só se define após a Copa, o suplente de senador se movimenta com bastante velocidade.

O deputado Jerson fez questão de dizer que foi o governador quem pediu a reunião, mas segundo a apuração da reportagem o próprio Antonio João teria provocado a conversa.

Na verdade, e é óbvio, a natureza e conclusão do que conversaram serão conhecidos a partir de seus desdobramentos. Afinal, se fosse coisa pública o encontro não teria sido articulado tão secretamente.

Da forma como os três ficaram visivelmente embaraçados é possível imaginar como reagirão os outros agentes políticos.

O governador, para desconversar e não revelar o assunto da conversa com Antonio João e Jerson, disse que debateu com eles o reajuste dos servidores do Estado. Que influência teriam ambos na questão?

Questionado se o encontro foi marcado pelo fato de Antônio João ter se encontrado com o ex-governador, Zeca do PT, André Puccinelli desconversou e afirmou que eles estavam debatendo política. “ Nós estamos pura e simplesmente debatendo política”, afirmou o governador.

André disse que Antonio João tem feito vários encontros. “ O Antonio João vai se encontrar também com a Marisa”, frisou. Antônio João, por sua vez, confirmou a versão do governador. “Amanhã por exemplo vou me encontrar com o Nelsinho”, ressaltou.

Há pouco, e para descaracterizar que a agenda era era secreta, o jornalista Antonio João passou a postar notas no twitter sobre o encontro, como se fosse algo natural. Mas, desta vez, diferente de como costuma fazer, não havia dado publicidade de tão aprazível reunião. Afinal seu interlocutor era a figura pública mais importante do Estado.

Jornal Midiamax