Geral

Mestre de obras é denunciado por deixar funcionários com sede e fome

O mestre de obras de uma empresa de construção foi denunciado na Delegacia de Polícia Civil de Ladário, por omissão de água e de comida, de acordo com o boletim de ocorrências número 1511 / 2010. Funcionários que estão trabalhando na construção de casas populares em Ladário, afirmam que estão passando fome e sede. O […]

Arquivo Publicado em 18/12/2010, às 12h42

None

O mestre de obras de uma empresa de construção foi denunciado na Delegacia de Polícia Civil de Ladário, por omissão de água e de comida, de acordo com o boletim de ocorrências número 1511 / 2010. Funcionários que estão trabalhando na construção de casas populares em Ladário, afirmam que estão passando fome e sede. O boletim delata que o mestre trancou o freezer em seu escritório e não permitia que ninguém bebesse água no período de serviço e impedia também a higiene pessoal.


Ainda há relatos de que ele durante o período de descanso do serviço, das 17 às 06h30, deixava os funcionários que estão alojados na obra e que são de outras cidades, sem água para beber e sem carne, pois trancava tudo em seu escritório. A vítima, um funcionário, registrou ocorrência depois que ligou para o mesmo, pedindo carne para o jantar, e o mestre de obras “debochadamente” teria dito: ” come arroz e feijão”.

Jornal Midiamax