Geral

Lei Orgânica desempata eleição na câmara de Sonora

O resultado da eleição da mesa diretora da câmara de Sonora dependeu da (LEI) Lei Orgânica Municipal. Diante do empate entre as duas chapas – encabeçadas por Jansen Peixoto Barbosa (PTB) e Laudir Abreu da Rosa (DEM) – e da abstenção de voto do presidente Jodson Waithier (PMDB), os vereadores tiveram que recorrer à lei. […]

Arquivo Publicado em 15/12/2010, às 17h46

None

O resultado da eleição da mesa diretora da câmara de Sonora dependeu da (LEI) Lei Orgânica Municipal. Diante do empate entre as duas chapas – encabeçadas por Jansen Peixoto Barbosa (PTB) e Laudir Abreu da Rosa (DEM) – e da abstenção de voto do presidente Jodson Waithier (PMDB), os vereadores tiveram que recorrer à lei.

Com quatro votos destinados para cada candidato, o critério de desempate foi a idade, conforme prevê a LOM. Por isso, Laudir Rosa venceu Jansen Barbosa e vai comandar o legislativo municipal nos próximos dois anos.

Na sessão de segunda-feira (13), Jodson Waithier já tinha comentado sobre a possibilidade de não votar, alegando desgaste por conta da pressão sofrida. Nas ruas de Sonora, o povo comenta que a eleição da mesa diretora foi uma prévia da eleição de 2012.

De acordo com comentários de populares, na queda de braço está um grupo liderado pelo gerente da Usina Sonora, Cleiton Jarbas Valeis, e outro comandado pelo prefeito Zelir Antônio Maggioni (PMDB), mais conhecido como Mano.

O presidente eleito pertence ao grupo liderado pelo prefeito, que saiu vitorioso de mais uma disputa eleitoral.

Jornal Midiamax