Geral

Jornalista é condenado por ofender homossexual

O jornalista José Luiz Datena foi condenado pela Secretaria de Justiça de São Paulo no processo que é movido contra ele por “discriminação homofóbica”. O órgão decidiu punir o apresentador do “Brasil Urgente” com uma advertência. O processo contra Datena é movido pela Defensoria Pública, que já informou que vai recorrer da decisão da Secretaria […]

Arquivo Publicado em 28/12/2010, às 12h58

None

O jornalista José Luiz Datena foi condenado pela Secretaria de Justiça de São Paulo no processo que é movido contra ele por “discriminação homofóbica”. O órgão decidiu punir o apresentador do “Brasil Urgente” com uma advertência.

O processo contra Datena é movido pela Defensoria Pública, que já informou que vai recorrer da decisão da Secretaria de Justiça e solicitar que o jornalista seja multado em R$ 246 mil.

A disputa judicial entre a defensoria e Datena teve início após o apresentador da Band se referir a um travesti que estava envolvido em uma agressão, e que chegou a empurrar o cinegrafista da emissora, de “travecão butinudo”. Porém, o apresentador afirma que não houve discriminação e que simplesmente comentou a briga.

“Não houve discriminação. Falei sobre a agressão e não sobre a opção sexual da pessoa”, disse Datena, em entrevista à coluna de Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo.

Jornal Midiamax