Geral

Identificado trabalhador que morreu na BR-158

O sinalizador de obras Luiz Antônio da Silva de 60 anos morreu no início da tarde desta quinta-feira, 23, após ser atropelado por um caminhão da empreiteira responsável pela recuperação e duplicação da rodovia BR-158 (antiga MS-395) em Três Lagoas. De acordo com informações colhidas no local do acidente, Silva estava ao lado da rodovia […]

Arquivo Publicado em 23/09/2010, às 19h07

None

O sinalizador de obras Luiz Antônio da Silva de 60 anos morreu no início da tarde desta quinta-feira, 23, após ser atropelado por um caminhão da empreiteira responsável pela recuperação e duplicação da rodovia BR-158 (antiga MS-395) em Três Lagoas.


De acordo com informações colhidas no local do acidente, Silva estava ao lado da rodovia fazendo a sinalização quando teria se assustado com uma carreta bi-trem que seguia no sentido Brasilândia a Três Lagoas.


Ele teria retornado para o acostamento e acabou sendo atropelado pelo caminhão Mercedes Benz BWM-0517 carregado com aproximadamente 15 toneladas de terra que estava em marcha ré.


Silva que é natural da cidade de Estrela do Norte no interior do estado de São Paulo teve o crânio e parte do corpo esmagado pelo veículo. Funcionários da empresa chegaram a acionar o resgate do Corpo de Bombeiros, mas como a vítima teve morte instantânea, os militares nada puderam fazer.


O local foi preservado até a chegada da Perícia Técnica da Polícia Civil para os trabalhos de praxe. Em seguida o corpo de Silva foi liberado e levado para o Instituto de Medicina e Odontologia Legal (IMOL) do Município.


 O motorista do Mercedes Benz estava em estado de choque e precisou ser socorrido e encaminhado a uma unidade de saúde para ser medicado.


Cerca de 90 funcionários estão trabalhando no trecho entre Três Lagoas a Brasilândia que está sendo recuperado e duplicado.


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também compareceu no Km 278 da BR-158 onde aconteceu o acidente para registrar a ocorrência.

Jornal Midiamax