Geral

Grávida de 7 meses dorme no chão de aeroporto à espera do voo em NY

O caos nos aeroportos da Costa Leste dos Estados Unidos nesta segunda-feira (27) atingiu a viagem de brasileiros que tentavam voltar para a casa. Grávida de sete meses, Rachel Zaroni Vicente, de 30 anos, precisou dormir no aeroporto JFK, em Nova York, após o cancelamento do seu voo pela TAM na noite de domingo (26) […]

Arquivo Publicado em 28/12/2010, às 11h40

None

O caos nos aeroportos da Costa Leste dos Estados Unidos nesta segunda-feira (27) atingiu a viagem de brasileiros que tentavam voltar para a casa. Grávida de sete meses, Rachel Zaroni Vicente, de 30 anos, precisou dormir no aeroporto JFK, em Nova York, após o cancelamento do seu voo pela TAM na noite de domingo (26) com destino a Guarulhos (SP).

“A companhia aérea deu para cada passageiro US$ 15 para a janta. Mas hoje não nos forneceu nada, apenas pediu para que a gente guardasse os recibos para tentar o reembolso depois”, conta Rachel.

Ela viajou para Nova York com o marido no dia 17 de dezembro para passar o Natal na cidade e ainda comprar o enxoval do bebê. Rachel teve que dormir no chão do aeroporto, já que a tempestade bloqueou as ruas e afetou o transporte da cidade.

A assessoria de imprensa da TAM afirmou que mesmo os passageiros em estado preferencial, como as grávidas, não puderam ser acomodados em nenhum hotel, pois todos estavam lotados e as vias da região estavam interditadas por conta da neve. Mas a companhia afirma que prestou assistência aos passageiros, como a disponibilidade de dinheiro para a compra de comida.

A nevasca que atingiu a Costa Leste dos EUA gerou o cancelamento de mais de 2 mil voos no país e provocou transtorno na economia e na vida cotidiana dos americanos. A cidade de Nova York, o leste de Nova Jersey e o oeste de Long Island foram as regiões mais afetadas pela tempestade, que começou na costa do Atlântico na noite de domingo e continuava a se mover na manhã de segunda-feira com fortes ventos e paralisando cidades.

Jornal Midiamax