Geral

ELEIÇÕES 2010: Sobre trabalho no campo, Serra começa alfinetadas

Dilma é perguntada sobre propostas para manter jovens no campo com garantia de emprego e renda. A candidata fala que o primórdio é a energia elétrica. Usando seu trabalho no Rio Grande do Sul, Dilma defende à ampliação elétrica e, consequentemente tecnológica, do campo. Também cita trabalho com financiamentos governamentais, saúde e, sobretudo, educação. Na […]

Arquivo Publicado em 30/10/2010, às 00h30

None

Dilma é perguntada sobre propostas para manter jovens no campo com garantia de emprego e renda. A candidata fala que o primórdio é a energia elétrica. Usando seu trabalho no Rio Grande do Sul, Dilma defende à ampliação elétrica e, consequentemente tecnológica, do campo. Também cita trabalho com financiamentos governamentais, saúde e, sobretudo, educação.


Na réplica Serra aborda a renda do agricultor. “Para ter renda tem que ter crédito”, afirma o candidato. Serra fala que agricultores são muito endividados. O tucano alfineta novamente e fala de juro alto e infraestrutura, principalmente estradas e armazenagem.


Na tréplica Dilma fala do aumento do crédito, e defende o juro no campo, que são subsidiados, sendo menores que os “normais”. A candidata vê a agricultura familiar “como fundamental” no crescimento brasileiro. Por fim Dilma defende-se de ataques do tucano, que anteriormente falava do alto preço da carne. “Esses aumentos, do arroz, da carne, são sazonais”, completou a petista.
Ambos candidatos ressaltam papel fundamental da agricultura.

Jornal Midiamax