Geral

Corumbaense vai representar o Brasil em Mundial de Muay Thai

Dois anos de dedicação e esforço à luta Muay Thai, renderam um excelente resultado ao atleta Elton Félix Rodrigues da Silva, 26 anos. Nos dias 11 e 12 deste mês, o jovem disputou pela primeira vez uma competição nacional, o Campeonato Brasileiro de Muay Thai Tradicional. O resultado foi extremamente positivo: a conquista do lugar […]

Arquivo Publicado em 27/09/2010, às 12h50

None

Dois anos de dedicação e esforço à luta Muay Thai, renderam um excelente resultado ao atleta Elton Félix Rodrigues da Silva, 26 anos. Nos dias 11 e 12 deste mês, o jovem disputou pela primeira vez uma competição nacional, o Campeonato Brasileiro de Muay Thai Tradicional. O resultado foi extremamente positivo: a conquista do lugar mais alto do pódio e o direito de representar o Brasil no Campeonato Mundial de Muay Thai Tradicional, em novembro, na Tailândia.


 “Nem acredito que consegui essa grande conquista, pois este foi meu primeiro campeonato nacional e não tinha noção de que poderia atingir este nível. Os competidores eram de níveis muito bons, mas com muita garra consegui atingir meu objetivo. Pratico o esporte há cerca de dois anos, o que eu considero pouco, pois encontrei pessoas que há anos praticam a modalidade no campeonato”, contou Elton ao Diário.


O professor de Elton, mestre Mario Paulino da Silva Júnior, ressaltou a conquista do título e antecipou os preparitivos para a disputa. “O Elton foi um dos meus primeiros alunos e ele é muito esforçado, se aplica e evoluiu muito, sendo um dos meus melhores alunos. Agora depois desta conquista, o objetivo é se dedicar exclusivamente ao Campeonato Mundial. As horas de treino serão estendidas, pois o nível dos competidores é muito alto, mas nada que com certeza meu aluno não consiga alcançar.”


As únicas competições que Elton tinha disputado foram estaduais e agora seu grande trunfo, além dos treinos, é o apoio da família. “A princípio, a família não apoiava muito a prática do Muay Thai, mas depois eles acabaram vendo que era o que eu gostava, o quanto me dedicava e as conquistas foram surgindo. Hoje, eles se orgulham do meu talento. Ainda temos que conseguir mais uma vitória, que é em relação ao patrocínio. Para o campeonato nacional recebi um excelente patrocínio e que se manteve até hoje, porém, como é uma competição de nível internacional, os gastos serão maiores e tenho que conseguir mais patrocinadores. Esta é uma luta que com certeza irei vencer. O foco agora são os treinos e aguardar a data de embarque”, disse ansioso o atleta. Fonte: Diário Corumbaense (www.diarionline.com.br). Fonte: Diarionline / Diário Corumbaense

Jornal Midiamax