Geral

Buscas a onça que escapou do CRAS será até o anoitecer

Os homens da PMA (Polícia Militar Ambiental) e CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) deram uma pausa para o almoço e voltaram há poucos as buscas da onça pintada que fugiu hoje do CRAS. Segundo informações da polícia eles contam com o auxílio de cães, mas os animais não são preparados para esse tipo […]

Arquivo Publicado em 29/10/2010, às 18h50

None

Os homens da PMA (Polícia Militar Ambiental) e CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) deram uma pausa para o almoço e voltaram há poucos as buscas da onça pintada que fugiu hoje do CRAS.

Segundo informações da polícia eles contam com o auxílio de cães, mas os animais não são preparados para esse tipo de trabalho. De acordo o Comandante da PMA, Carlos Matoso, as buscas irão até escurecer.

“Vamos trabalhar até escurecer, caso o animal não seja encontrado retornaremos as buscas amanhã com cerca de 30 homens e também o pessoal especializado de Corumbá”, informou ele.

Os especialistas que estão vindo de Corumbá são do Projeto Pró-Carnívora, do Projeto Onça de Corumbá. Eles virão em três homens e cães preparados para a caça do felino.

Matoso acredita que a possibilidade da onça pintada ir até o asfalto e se aproximar das pessoas é remota. “Ela é um animal criado em cativeiro, então caso ela chegue até o asfalto pode ser que ela se assuste com as pessoas ou carros e suba numa árvore”, explicou ele.

Porém, é preciso estar atento. “A onça pintada é um animal selvagem”.

Bebê

A onça “fujona” ainda é uma “bebê”. Ela tem oito meses, pesa cerca de 50 Kg e come um quilo de carne por dia. O felino foi encontrado aos dois meses em Águas Claras. Ela escapou hoje pela manhã de uma jaula do CRAS.

Jornal Midiamax