Geral

Alonso lamenta problemas no carro no 1.º dia de treinos

Dono do quarto melhor tempo desta sexta-feira nos treinos livres para o GP de Cingapura, com 1min47s718, o espanhol Fernando Alonso ficou pouco mais de um segundo atrás de Sebastian Vettel (1min46s660), da Red Bull, o mais veloz do dia. Ciente de que poderia ter obtido um melhor desempenho, o piloto da Ferrari lamentou a […]

Arquivo Publicado em 24/09/2010, às 18h06

None

Dono do quarto melhor tempo desta sexta-feira nos treinos livres para o GP de Cingapura, com 1min47s718, o espanhol Fernando Alonso ficou pouco mais de um segundo atrás de Sebastian Vettel (1min46s660), da Red Bull, o mais veloz do dia. Ciente de que poderia ter obtido um melhor desempenho, o piloto da Ferrari lamentou a quebra de seu carro, que o impediu de correr nos últimos minutos da segunda sessão de treinos para a prova de Fórmula 1 que será realizada no próximo domingo.




“Eu freei um pouco tarde na curva 18, terminei escapando um pouco e o carro parou. É uma pena, porque eu perdi os últimos 20 minutos da sessão, a parte do treino que eu iria correr com um alto nível de combustível”, declarou o espanhol, que correu com um novo duto frontal no seu carro, componente aerodinâmico que não foi utilizado no monoposto conduzido por Felipe Massa, o seu companheiro de equipe.



Apesar da impossibilidade de alcançar um resultado melhor no dia, Alonso demonstrou tranquilidade ao explicar o seu desempenho. “Os engenheiros me explicaram que o problema foi uma parte experimental, colocada na caixa de câmbio, que quebrou. Isso pode acontecer na sexta-feira, quando você testa um monte de coisas”, afirmou.

Jornal Midiamax