Geral

Saúde promove oficina para discutir avanço da leishmaniose

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) promove hoje uma oficina com médicos, veterinários, técnicos de Vetores e técnicos de laboratórios de todos os municípios do Estado, para abordar o avanço da leishmaniose em Mato Grosso do Sul. Os organizadores do evento, que está sendo realizado em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) promove hoje uma oficina com médicos, veterinários, técnicos de Vetores e técnicos de laboratórios de todos os municípios do Estado, para abordar o avanço da leishmaniose em Mato Grosso do Sul.

Os organizadores do evento, que está sendo realizado em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), acreditam que pelo menos cem profissionais devem participar das atividades da oficina.

No período da manhã, os participantes se reúnem no anfiteatro do Hospital veterinário da UFMS para discutir a situação da doença no Estado e em todo o Brasil. A rotina de coleta de material, o controle de Vetores e o trabalho de campo também serão abordados no período matutino.

Durante a tarde, os profissionais se dividirão em turmas para as aulas práticas. Os médicos abordarão os aspectos clínicos e diagnósticos de leishmaniose, sob o comando da Dra. Márcia Dal Fabro, e participarão da coleta de material, aspiração de medula e mielograma, orientados pela Dra. Gracy Pereira, do Hospital Universitário.

A turma de coordenadores municipais de Zoonoses e Vetores trabalhará no combate aos Vetores e diagnóstico laboratorial do cão, orientada por Carlos Montani (SES) e Francisco Carvalho (Centro de Controle de Zoonoses da Capital).

Os laboratoristas ficarão com o preparo e leitura de Lâminas para diagnóstico da doença, sob coordenação de Mª Elizabeth Durval (UFMS) e Maria Cândia Cunha. No final da tarde, os participantes se reúnem para rápida avaliação e encerramento do encontro.

Jornal Midiamax