Geral

São Paulo cancela festa e adia apresentação de Ricardinho

A novela Ricardinho, que parecia ter acabado com o anúncio da transferência do meia para o São Paulo, ganhou hoje mais um capítulo. A apresentação do jogador no clube do Morumbi, que estava prevista para amanhã, às 11h, no centro de treinamento, foi adiada. No fim da tarde de hoje, o São Paulo emitiu um […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

A novela Ricardinho, que parecia ter acabado com o anúncio da transferência do meia para o São Paulo, ganhou hoje mais um capítulo. A apresentação do jogador no clube do Morumbi, que estava prevista para amanhã, às 11h, no centro de treinamento, foi adiada.

No fim da tarde de hoje, o São Paulo emitiu um comunicado informando o cancelamento da apresentação do meia. “Tendo em vista que o trâmite da documentação da transferência de Ricardinho ainda não foi concluído, a apresentação do mesmo à imprensa não será feita amanhã, conforme anteriormente divulgado”, dizia o texto.

Ainda de acordo com o documento, a nova data para que Ricardinho vista pela primeira vez a camisa do clube só será divulgada “assim que todas as pendências administrativas terminarem”.

A apresentação do jogador está condicionada à assinatura do contrato entre o meio-campista e o clube do Morumbi, que deveria ocorrer até amanhã de manhã.

O que está emperrando a assinatura do acordo é o fato de o Corinthians não ter emitido o atestado liberatório do jogador, o que o desvincularia definitivamente do clube.

“Não saiu o atestado porque não foi acertada a rescisão [do contrato entre Ricardinho e Corinthians]. Para ele [Ricardinho] sair, temos de ter acertado todos os pontos pendentes”, disse Antonio Roque Citadini, vice-presidente de futebol do Corinthians.

Segundo o dirigente corintiano, até a tarde de hoje o São Paulo não havia pago os R$ 5 milhões pela liberação de Ricardinho. “Passamos a tarde esperando o comunicado da federação paulista (intermediária do negócio), mas isso não ocorreu.”

O “atraso” da conclusão da transferência do meia terá mais um capítulo amanhã, quando o jogador é esperado na sede do Parque São Jorge para discutir o termo de rescisão formulado pelos advogados do clube. “Fizemos tudo de acordo com o que foi falado pelo Rubens Pozzi (procurador do meia). Mas é uma discussão que pode se alongar”, disse João Zanforlim, advogado do Corinthians. Com informações da Folha de S. Paulo.

Jornal Midiamax