Geral

Conheça um pouco da história do primeiro parque nacional de MS

No só os pesquisadores, como também cientistas e profissionais da área ambiental, representantes de governos e organizações não-governamentais reivindicavam, desde a década de 70, a proteção especial da Serra da Bodoquena. Em maio de 2000, durante o Sexto Encontro Nacional da Rede de Ong´s da Mata Atlântica (RMA), em Campo Grande, houve uma grande manifestação […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

No só os pesquisadores, como também cientistas e profissionais da área ambiental, representantes de governos e organizações não-governamentais reivindicavam, desde a década de 70, a proteção especial da Serra da Bodoquena.

Em maio de 2000, durante o Sexto Encontro Nacional da Rede de Ong´s da Mata Atlântica (RMA), em Campo Grande, houve uma grande manifestação pela criação de um parque nacional. Com apoio da RMA, e de suas 180 organizações, na época, o pedido de proteção para um dos últimos remanescentes da Mata Atlântica em Mato Grosso do Sul ganhou visibilidade nacional.

Em 21 de setembro de 2000, o presidente Fernando Henrique Cardoso assinou o decreto criando a primeira unidade de conservação federal do estado, com 76,4 mil hectares nos municípios de Bonito, Bodoquena, Jardim e Porto Murtinho. “Acredito que a articulação com as Ongs da RMA no estado e o apoio das entidades locais foram fundamentais para a criação da Unidade de Conservação”, afirma Alessandro Menezes, membro da coordenação da RMA e da ONG Ecoa – Ecologia e Ação, em MS.

Jornal Midiamax