Geral

Ciro Gomes afirmou a FHC que manterá a austeridade fiscal

O candidato do PPS à presidência da República, Ciro Gomes, disse há pouco, ao presidente Fernando Henrique Cardoso, durante encontro no Palácio do Planalto, que seu compromisso de governo será praticar a austeridade fiscal no limite já determinado pela Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano que vem, em 3.75% do Produto Interno Bruto (PIB), […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O candidato do PPS à presidência da República, Ciro Gomes, disse há pouco, ao presidente Fernando Henrique Cardoso, durante encontro no Palácio do Planalto, que seu compromisso de governo será praticar a austeridade fiscal no limite já determinado pela Lei de Diretrizes Orçamentárias para o ano que vem, em 3.75% do Produto Interno Bruto (PIB), o estrito cumprimento e respeito aos contratos assumidos, além do compromisso definitivo com a estabilidade da moeda.

Sobre o acordo do governo brasileiro com o Fundo Monetário Internacional (FMI), Ciro Gomes disse que pediu ao presidente os documentos oficiais do acordo.

Segundo o candidato, o presidente autorizou que o ministro da Fazenda, Pedro Malan, e o presidente do Banco Central, Armínio Fraga, repassem os documentos.

Ciro Gomes disse que depois de estudá-los, vai emitir uma nota por escrito sobre sua posição definitiva em relação ao acordo.

Jornal Midiamax