Geral

Belo diz que só se entrega na presença da governadora do RJ

O cantor Marcelo Pires Vieira, 28, o Belo, que teve a sua prisão preventiva decretada na última quarta-feira, dia 29, disse que só vai se entregar com a presença da governadora do Rio de Janeiro, Benedita da Silva (PT). Belo, acusado de de envolvimento com o tráfico, fez uma lista de exigências para se entregar. […]

Arquivo Publicado em 01/01/2000, às 12h00

None

O cantor Marcelo Pires Vieira, 28, o Belo, que teve a sua prisão preventiva decretada na última quarta-feira, dia 29, disse que só vai se entregar com a presença da governadora do Rio de Janeiro, Benedita da Silva (PT).

Belo, acusado de de envolvimento com o tráfico, fez uma lista de exigências para se entregar. Segundo o advogado de defesa do artista, Alberto Louvera, as exigências são: ficar preso em uma dependência da Polícia Federal, e não da Polícia Civil, estar acompanhado pela governadora do Rio, Benedita da Silva (PT), do presidente da Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, deputado Sérgio Cabral (PMDB) e do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Marcus Faver durante a sua prisão e uma garantia de proteção 24 horas.

O advogado diz temer pela vida de seu cliente. “Ele não pode ser tratado como um criminoso. Ele é uma vítima da Polícia Civil. Temos provas materiais disso e vamos mostrar quando ele se apresentar”, disse o advogado de Belo. Louvera não detalhou quais seriam essas “provas materiais”, mas reafirma que o cantor deve se apresentar até amanhã. As informações são da Folha Online.

Jornal Midiamax