Com o retorno de Ramón Díaz e do time profissional da pré-temporada no Uruguai, o venceu o Madureira por 2 a 0 na noite desta quinta-feira, com gols marcados por Léo e Rayan. A partida, válida pela terceira rodada da Taça Guanabara, primeira fase do Campeonato Carioca, foi realizada em São Januário, no Rio.

O Vasco chegou a sete pontos, empatado com Nova Iguaçu e Fluminense. Entretanto, o time de Ramón Diaz lidera a tabela pelo saldo de gols. O Madureira com o revés fora de casa, segue com três pontos, em oitavo lugar.

Nos dois jogos anteriores, o Vasco atuou com jogadores da base em sua maioria. Venceu o Boavista por 2 a 0 e depois empatou com o Sampaio Corrêa por 3 a 3. Este foi o primeiro jogo oficial que Ramón Díaz e o time principal neste início de temporada.

Apesar de começar o duelo com pouco dinamismo no meio-campo, as entradas de Payet e Paulinho surtiram efeito, dando mais chances para o jovem centroavante Rayan, de apenas 17 anos. O lateral-direito Paulo Henrique também teve atuação de destaque.

O primeiro tempo teve poucas emoções e os goleiros Léo Jardim, do Vasco, e Mota, do Madureira, quase não trabalharam. Em uma tentativa vascaína, Rayan ficou com rebote na área, mas finalizou mal. O Madureira até iniciou alguns contra-ataques promissores, mas teve dificuldade em concluí-los.

Na volta para o intervalo, porém, o jogo ficou bem mais animado. Com as entradas de David, Paulinho e Payet, o meio-campo ganhou na criação de jogadas e o placar foi aberto logo aos seis minutos. Após cruzamento da direita de Paulo Henrique, Léo se jogou para antecipar o goleiro e deu um toque com estilo para mandar por cima do goleiro.

Depois, o Vasco teve chance para ampliar. Serginho foi acionado na direita da área e tocou para Payet, que tentou duas vezes, mas parou no goleiro Mota. O francês estava buscando jogo e finalizou de chapa após cruzamento da direita, mas a bola bateu na defesa. Com dificuldade para ir ao ataque, o Madureira conseguiu responder apenas com chute de longe de Pablo Pardal, que foi por cima, sem perigo.

Até que aos 25 minutos, o Vasco ficou em situação mais tranquila ao ampliar o placar. Payet foi acionado na intermediária e desviou de letra para Rayan. O jovem girou e chutou da meia-lua, contando com desvio no zagueiro para enganar o goleiro e marcar. Este foi o segundo gol dele como profissional, mas o primeiro em São Januário, onde joga desde os seis anos.

O Vasco seguiu no ataque até o final da partida e teve chances para fazer o terceiro, mas Erick Marcus desperdiçou. O Madureira também assustou com Patryck Ferreira, que ficou cara a cara com Léo Jardim, mas o placar terminou mesmo 2 a 0.

Os dois times voltam a campo no próximo domingo. Às 15h45, o Madureira recebe o Volta Redonda no estádio Aniceto Moscoso, em Madureira (RJ). Um pouco depois, às 16h, o Vasco o Bangu, em jogo transferido para o Mané Garrincha, em (DF).

FICHA TÉCNICA

VASCO 2 X 0 MADUREIRA

VASCO – Léo Jardim; Paulo Henrique, Maicon, Léo e Julião; Zé Gabriel (Jair), De Lucca (David) e Praxedes (Paulinho); Rossi (Payet), Rayan e Serginho (Erick Marcus). Técnico: Ramón Díaz.

MADUREIRA – Mota; Almir Sóta, Marcão, Arthur e Evandro; Matheus Lira (Wagninho), Arthur Santos, Patrick Vieira (Rodrigão) e Pablo Pardal (Patryck Ferreira); Hugo Borges (Guilherme Xuxa) e Arthur Martins (Vinícius Bala). Técnico: Daniel Neri.

GOLS – Léo, aos seis, e Rayan, aos 25 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Paulo Henrique (Vasco). Wagninho, Arthur Santos e Pablo Pardal (Madureira).

ÁRBITRO – Yuri Elino Ferreira da Cruz.

RENDA – R$ 388.760,00.

PÚBLICO – 15.200 pagantes (13.848 presentes).

LOCAL – Estádio São Januário, no (RJ).